Opinião – O segredo da vila

Atenção! Se você ainda não assistiu o filme “A Vila”, não continue a ler o texto, pois ele possui spoilers.

Pra começo de conversa, declaro que sou um defensor ferrenho de A Vila. Acho o melhor filme da carreira de M. Night Shyamalan – o mais bem conduzido, que traz uma atmosfera perfeita e que tem grande habilidade narrativa. Detestado por inúmeros cinéfilos, o filme talvez teria sido mais bem apreciado caso fosse o primeiro da carreira de Shyamalan, e não um filme pós-badalação de O Sexto Sentido. Pra falar a verdade, o filme estrelado por Bryce Dallas Howard e Joaquin Phoenix é criticado mais pelo desfecho do que pelo conjunto em si. Mas por que criticar um desfecho que discute um tema tão atual e urgente?

A principal razão para os moradores da vila viverem naquelas condições é revelada a partir dos segredos escondidos dentro de uma caixa que fica escondida na casa da personagem de Sigourney Weaver. As figuras do filme escolheram viver naquela condição: isolados do mundo, vivendo na simplicidade da vida, longe da realidade que cada vez mais corrompe o ser humano. Mas, o mais importante de tudo: querem viver longe da violência, que trouxe dor para muitas das pessoas que habitam aquele lugar. “Minha irmã morreu antes de completar 23 anos, um grupo de homens a estuprou e a matou. Eles a jogaram em uma lixeira”. Quando começamos a ouvir os depoimentos dos moradores, nos damos conta do que realmente se passa na história.

Muita gente pode não admitir, mas tenho certeza que parte do público não aprova o filme porque esperavam alguma reviravolta como a de O Sexto Sentido ou a tensão explícita de Sinais. Terminaram se deparando sim com uma reviravolta, mas uma reviravolta complexa e que está longe de ser um mero acontecimento para surpreender. É um desfecho complexo, que exige reflexão. A intenção de Shyamalan certamente não foi comercial e sim artística. A Vila foi realizado como cinema para se pensar, não para deixar o cérebro de lado como um desses suspenses quaisquer que rondam os cinemas. A escolha dos moradores foi válida. Afinal, quem não quer morar em um mundo livre da violência e das maldades causadas pelos seres humanos?

_

Opiniões anteriores:

A culpa do padre Flynn, em Dúvida

A escolha de Francesca, em As Pontes de Madison

25 comentários em “Opinião – O segredo da vila

  1. Amo este filme, justamente por sua complexidade. Mas o que mais me intriga é que não tenho a certeza se o rapaz que ajuda Ivy foi morto por ela ou não. Pois a cena final dá a entender que sim, mesmo ele tendo a ajudado ela o mata para que não descubra sobre a Vila, é isso?! Se não, pq o carro aberto e som ligado?!

    • e a porta que estava aberta era a dele. oque da a entender.. que ele a ajudou e ficou impresionado.. com oque ele tinha feito/visto/ouvido e ficou até meio que paralisado no carro que nem desligou o barulho..além disso tbm.. no carro se encontrava o relógio dela.. ou seja.. se ela tivesse realmente o matado pegaria de volta o relogio para que ninguem nem suspeitasse do paradeiro daquilo..

  2. O fillme muito bom e certamente é para reflexão, por um lado o motivo foi nobre mas por outro eles meio que faziam a msm coisa q os ladroes e a violencia… Pois eles reprimiam as pessoas do vilarejo com suas historias claro q nao da msm forma, mas sera q c tivessem opotunidade os moradores da vila q nunca tiveram contato com a sociedade escolheriam viver daquela forma?
    Longe do desenvolvimento humano, tratamentos medicos, e conhecimento…

  3. O filme é fantástico, nos faz pensar como seria uma sociedade isolada do mundo moderno, parada no tempo; mas provida de regras e limites impostos para que seja mantido o controle. Vejo os condomínios horizontais, onde pessoas com grande poder aquisitivo residem, como algo similar à Vila, pelo menos em um país como o Brasil, onde a segurança pública não garante a integridade física da população.

  4. Adorei este filme…Retrata muito bem que há pessoas que preferem se isolar da realidade criando assim um “mundo(vila)” só deles… e até onde uma mentira e ilus pode chegar seja ela boa ou ruim. Este é um dos melhores filmes que já assisti ,mas cada um tem seus gostos! então cada um enxerga A Vila de uma maneira, só sei que este filme tem muitas filosofias abordadas…para conseguir entender o filme é necessário se basear na caverna de Plutão…e também retirar a filosofia …
    Adorei e Recomendo para as pessoas que amam filmes meios que com icognitas”…Obrigada pela ajuda e opiniões..amanha irei debater sobre A vila :)!!!

  5. olha cara concordo plenamente com vc gostei realmente do filme e confesso q fiquei apaixonado plela atriz protagonista. o filme esta de parabens

  6. Régis, acho que o principal problema de “A Dama Na Água” é falar demais no mundo que a personagem da Bryce Dallas Howard vive e não mostrar nada dele. Mesmo que não seja um filme mais digno de nota, acho ele aceitável!

  7. Já que todo mundo citou “Lady in the water”, vou dizer que acho que o filme é tão esquecível, que nem me lembro mais… sério mesmo, fiquei tentando lembrar dele pra ver se tinha gostado ou não, e nada… eu só lembro que eu adorei o início, todo o clima de fábula e talz, mas de resto não me lembro de nada… acho que isso dá pra mostrar como o filme se apresenta pra mim… nem sei se gosto ou não, só sei que não lembro do que vi…

  8. Vinícius, eu acho todo “A Vila” muito bem desenvolvido…

    Régis
    , ainda bem que concordamos, eu também pensava que fosse o único \o/ Agora, se tivesse sido o primeiro filme do Shyamalan, por exemplo, todo mundo ia considerar cult e inovador…

    Kamila
    , é exatamente essa metáfora que me encanta nesse filme do Shyamalan!

    Rafael, também acho esse o último grande filme do Shyamalan, mas não acho “A Dama Na Água” ruim. “Fim dos Tempos” é péssimo, mas ainda dá pra ver resquícios do bom Shyamalan no longa.

    Mayara
    , o filme sempre fica melhor quando é revisto.

    Brenno, a minha professora de filosofia sempre usava o filme como exemplo!

    Gustavo, certamente é uma das obras mais reflexivas da década…

    Pedro, baita filme mesmo!

    Cleber, o pior é quando chega gente perguntando se vai ter “A Vila 2”, já que não fica bem explicado se os monstros existem ou não. Já ouvi esse tipo de besteira.

    Robson, acho “A Vila” um grande filme do Shyamalan!

    Fred Burle, “A Dama Na Água” é um filme que eu gosto, apesar de não achar lá essas coisas. Mas, como você disse, não merecia ter sido massacrado.

    Roberto, acho que o Shyamalan anda se vendendo demais. A começar por “Fim dos Tempos”…

  9. Eu achei que era o único até ler esse post. Também acho A Vila o melhor do Shyamalan disparado (aliás, pelo amor de Deus! por onde anda a cabeça do indiano? filmar aquela porcaria do Nickelodeon! Fala sério. Ele quer terminar a carreira? É spo não dirigir mais nada. E ponto).

    Assisti recentemente Zona do Crime, do Rodrigo Plá e me deu vontade de ver A Vila de novo. Tem uma estrutura muito parecida.

  10. E dá-lhe defesa! Gostei do argumento, Matheus. também gosto muito desse filme, a despeito dos seus detratores e assino embaixo do que você escreveu.
    Você também gostou do Lady in the Water? É outro que achei injusto ter recebido tantas críticas negativas. Já Fim dos Tempos… não é ruim, mas é muito aquém dos outros filmes do Shyamalan…
    Abraço!

  11. Sem dúvidas, a Vila é um grande filme. Pra mim não o melhor, mais sim um obra que precisa ser entendida por alguns, já ouvi até comentarios que esse era o pior filme do mundo, e nem consegui contextar pra não brigar … Uma perola sem valor, Shyamalan sabe o que fez!

  12. As reflexões de Shyamalan existentes no roteiro são valiosas e as motivações dos personagens, críveis, mesmo que extremas. A VILA se firma cada vez mais como uma das obras de arte estadunidenses da década, sem exageros.

  13. REALMENTE É UMA HISTÓRIA PARA REFLEXÃO, TANTO QUE MUITOS PROFESSORES DE FILOSOFIA USAM ESSE FILME PARA (ASSIM COMO MATRIX) PARA PREGAR CERTOS TIPOS DE PENSAMENTO.

  14. Realmente, o que “A Vila” mostra é mesmo que aquelas pessoas vivem isoladas de qualquer tipo de civilização, elas acabam percebendo que o seu maior temor está bem perto delas. Emfim, preciso revê-lo para ter uma explicação mais concreta. ;)

  15. Acho A Vila o último grande filme do Shyamalan, os que vieram depois são bem ruins. Mas o desfecho dess aqui é o que de mais rico o filme possui. Toda a costrução do suspense, daquela situação vivida pelos personagens, tudo como metáfora de uma América que não sabe cuidar de seu povo. Acho isso sensacional!

  16. Matheus, eu também adoro “A Vila”. Agora, acho que a comunidade em que os personagens vivem é uma espécie de metáfora dos Estados Unidos pós-11 de Setembro, com sua paranoia pela segurança e eterna desconfiança. Precisamos de um inimigo e a desculpa da existência deles é o que eles precisam para colocar na nossa cabeça aquilo que eles querem que a gente pense e faça.

  17. Gesuz me chicoteia… finalmente alguém que compartilha minha opinião… “The village” é de longe um dos melhores filmes do Shyamalan, pra não dizer realmente o melhor (fico em dúvida com “The sixth sense”)… e concordo em 100% contigo quando vc diz que o filme foi lançado no momento errado … eu até escrevi uma resenha do filme (que ainda nãos postei no blog) e que falo quase o mesmo que você…

  18. Eu realmente não consigo enxergar “A Vila” como um grande filme, ao menos não tanto quanto você. E nem é tanto pelo desfecho, que eu achei interessante e surpreendente (como sempre costuma ser nos filmes do Shyamalan, à exceção de “Fim dos Tempos”), mas pela própria forma como a trama se desenvolve.

    • Bom, infelizmente o mal esta dentro de nós, e mesmo que a vila cresça longe da volencia, um dia chega. aconteceu com o loucao, e o restante que morreu de mortes naturais. O filme nos faz refeltir, de que há mudança nao esta no lugar mas sim em vc!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: