As indicações ao Oscar de… Tom Hanks

1989 – MELHOR ATOR

Dustin Hoffman (Rain Man)

Edward James Olmos (Stand and Deliver)

Gene Hackman (Mississipi em Chamas)

Tom Hanks (Quero Ser Grande)

Max Von Sydow (Pelle, o Conquistador)

Conseguindo sua primeira indicação por um tipo de filme que normalmente não é reconhecido pela Academia, Tom Hanks parece ter a simpatia dos votantes. No entanto, ele não tinha chances contra o grande favorito Dustin Hoffman. O veterano ator ganhou sua segunda estatueta por várias razões, entre elas por fazer parte de um filme datadoque fez sucesso entre os prêmios e também por fazer aquele velho tipo de papel de pessoa com problemas mentais que a Academia adora reconhecer. Hanks, portanto, teve que se contentar com uma indicação.

1994 – MELHOR ATOR

Daniel Day-Lewis (Em Nome do Pai)

Tom Hanks (Filadélfia)

Liam Neeson (A Lista de Schindler)

Laurence Fishburne (What’s Love Got to do With It)

Anthony Hopkins (Vestígios do Dia)

Nessa que, talvez, seja a interpretação mais completa de sua carreira, Hanks deu um show. Além de Filadélfia ser um filme sobre luta, preconceito e coragem, também consegue ser muito humano no retrato que faz do seu protagonista. Portanto, prêmio mais do que merecido para uma atuação emblemática e cheia de ótimos momentos – que, claro, são ajudados por um filme muito bem realizado e até emotivo (quem não se emociona na cena final ao som de Philadelphia, do Neil Young?). Os outros concorrentes também tinham nomes de peso, como Anthony Hopkins e Daniel Day-Lewis (esse em desempenho muito competente, mas que tinha contra si o fato de já ter uma estatueta em casa). No páreo ainda tinha Liam Neeson no clássico A Lista de Schindler. No entanto, o ano era de Hanks mesmo.

1995 – MELHOR ATOR

Tom Hanks (Forrest Gump – O Contador de Histórias)

John Travolta (Pulp Fiction – Tempo de Violência)

Morgan Freeman (Um Sonho de Liberdade)

Nigel Hawthorne (As Loucuras do Rei George)

Paul Newman (O Indomável)

Se Tom Hanks perdeu na sua primeira indicação ao Oscar para um vencedor que representava uma pessoa com problemas mentais, foi a vez Hanks ganhar o Oscar com um papel desses. Não sou admirador de Forrest Gump, mas devo reconhecer a ótima composição do ator para o filme. De fato, era o melhor entre os indicados, ainda que rivalizasse com John Travolta em um dos melhores momentos de sua carreira em Pulp Fiction. Morgan Freeman também tinha sua credibilidade, mas deveria ter vencido o prêmio anteriormente por Conduzindo Miss Daisy, onde ele estava impecável ao lado de Jessica Tandy. Mas, em função do buzz em torno do filme e de seu ótimo desempenho, Hanks levou, merecidamente, pela segunda vez.

1999 – MELHOR ATOR

Tom Hanks (O Resgate do Soldado Ryan)

Ian McKellen (Deuses e Monstros)

Roberto Benigni (A Vida é Bela)

Edward Norton (A Outra História Americana)

Nick Nolte (Temporada de Caça)

Ano muito polêmico para a categoria. Tem gente que despreza por completo o prêmio para Roberto Benigni (alguns, inclusive, definem o ator como o Didi italiano), mas A Vida é Bela estava em alta aquele ano e o ator ajudava a construir a emoção desse ótimo filme. Era meio improvável – e até meio exagerado – que Tom Hanks levasse um terceiro Oscar por O Resgate do Soldado Ryan. Principalmente por um trabalho que não merecia tanto reconhecimento. Era mais fácil, por exemplo, Ian McKellen vencer por Deuses e Montros. Mesmo que, na época, muita gente considerasse Hanks como uma forte possibilidade, ao meu ver, ele era carta fora do baralho.

2001 – MELHOR ATOR

Ed Harris (Pollock)

Tom Hanks (Náufrago)

Geoffrey Rush (Contos Proibidos do Marquês de Sade)

Russell Crowe (Gladiador)

Javier Bardem (Antes do Anoitecer)

Não seria nada injusto Tom Hanks receber um prêmio por sua dedicada e notável performance em Náufrago. Contudo, o ano, claramente, pertencia aos atores que ainda não possuiam a estatueta. Se Ed Harris e Geoffrey Rush tinham papéis biográficos, Javier Bardem vinha cheio de vitalidade em Antes do Anoitecer e Russel Crowe estava começando a trilhar seus melhores momentos com Gladiador (ainda assim, seu trabalho em Uma Mente Brilhante é mais interessante). Não tenho um cadidato favorito, mas todos estavam em ótimo momento.

16 comentários em “As indicações ao Oscar de… Tom Hanks

  1. Ele é um excelente ator. Revisei a trajetória de Clint Eastwood e me impressiona que os seus trabalhos tenham tanto êxito, um dos meus preferidos é Sully por que faz com que o espectador se sente a ver o filme, vale a pena vê-la, além de todo o elenco fazer uma excelente química.

  2. Adoro o trabalho de Tom Hanks, pra mim, ele é um dos melhores atores. Náufrago foi espetacular. Adoro esse filme.
    Quanto aos comentários feitos à ‘A Vida é Bela’ (“tem gente que despreza por completo o prêmio para Roberto Benigni – alguns, inclusive, definem o ator como o Didi italiano”) acho isso um absurdo, pois acho esse filme muito bom! E o ator soube levar esse papel em frente de forma comovente.

    É muito bom apreciar filmes e atores assim.

  3. Vinícius, eu também gosto do Hoffman, mas acho aquele prêmio para ele em “Rain Man” bem desnecessário…

    Reinaldo, pode sugerir sempre =)

    Hugo, ele é um grande ator mesmo, pena que nunca mais conseguiu emplacar um trabalho digno…

    Kamila, concordo!

    Cleber, eu não acho que os dois prêmios seguidos tenham sido exagero. Ela estava ótimo em ambos os filmes!

    Roberto, hoje o Hanks é mediano, mas ele já teve grandes momentos.

    Brenno, eu também não condeno a celebração para “A Vida é Bela” e Roberto Benigni.

    Leandro, se anteciparam com o Russell Crowe mesmo. Ele merecia vencer por “Uma Mente Brilhante”.

    Mayara, então concordamos!

    Rafael, nunca achei o Tom Hanks caricato…

  4. Eu tendo a sempre achar o Tom Hanks muito caricato, como por exemplo em Forrest Gump. A melhor atuação dele, para mim, é em Soldado Ryan, que preciso muito rever.

  5. Gosto demais de Tom Hanks mesmo que hoje em dia parece que desandou mas é impossível ignorar o seu histórico.
    Entre os prêmios que venceu achei os dois totalmente merecidos (mesmo que se John Travolta vencesse em 95 também seria justo),mas em 2001 ele merecia o prêmio,até mesmo porque no mesmo ano qualquer um merecia menos o Russell Crowe (que vinha a merecer no ano seguinte e deu no que deu),então.

  6. Faço minhas as palavras da Kamila e assino embaixo a sua opinião sobre a indicação dele por “O Resgate do Soldado Ryan”. Eu amo “A Vida é Bela”, amo mesmo, apesar dele ser o que é aqui no Brasil. Não condeno, de forma alguma, a vitória do Benigni, mas também ficaria muito feliz vendo Edward Norton com a estatueta em mãos.

    SUGESTÃO: Sean Penn

  7. Aquela do Benigni ganhar por A vida é bela foi uma palhaçada total. Já no Filadélfia, quando ele ganhou, lembro que torcia pelo Fishburne (que fazia o Ike Turner, impecável!). Eu acho o Hanks um ator mediano. Seu ápice, pra mim, foi Forrest Gump. Apaixonante!

  8. É um ator que murchou, sei lá o porque. Mas, acho dois prêmio seguidos um certo exagero, até porque o desempenho de Daniel Day-Lewis ‘Em Nome do Pai’ é muito melhor. Mas, sou realmente fã do seu trabalho em ‘O Resgate do Soldado Ryan’, e acho que ele merecia e muito aquele prêmio.

  9. A indicação de Hanks por “Quero Ser Grande” foi uma baita surpresa. Até aquele momento Hanks era visto apenas como um comediante, hoje em dia seria como compará-lo com Seth Rogen por exemplo.

    Depois o restante da carreira mostrou que é realmente um grande ator.

    Abraço

  10. Excelentes análises Matheus. Impressionante como temos impressões idênticas em todos os anos.
    Posso sugerir outro nome para As indicações ao Oscar de…? Sabe como é, me empolguei. rsrs Mas espero sua autorização.
    Grande abraço!

  11. Aquela indicação por “Quero Ser Grande” deve ter sido uma surpresa na época e até hoje penso se não merecia a vitória (gosto do Hoffman, mas esse tipo de papel por si só dava vantagem para ele). As vitórias por “Filadélfia” e “Forrest Gump” foram, na minha opinião, bem merecidas. Em 1999, qualquer um merecia mais que o Benigni, mas achei um crime Edward Norton e Ian McKellen perderem aquela estatueta. Já em 2001, meu preferido era o Javier Bardem, mas teria preferido uma vitória do Hanks ou mesmo do Harris em vez dessa do Crowe.

    • tom hanks é foda…. é o filme que mesmo sendo ruim o pessoal vai olha , pelo ator …

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: