Pânico 4

One generation’s tragedy is the next one’s joke.

Direção: Wes Craven

Elenco: Neve Campbell, Courteney Cox, David Arquette, Emma Roberts, Hayden Panettiere, Nico Tortorella, Adam Brody, Kristen Bell, Anna Paquin

Scream 4, EUA, 2011, Terror, 111 minutos

Sinopse: Sidney Prescott (Neve Campbell) está de volta a sua cidade natal, Woodsboro, onde sobreviveu a uma série de terríveis assassinatos. Uma vez lá, ela reencontra o xerife Dewey (David Arquette) e a jornalista Gale (Courteney Cox), agora casados, e também a prima Jill (Emma Roberts). Mas enquanto a cidade comemorava o aniversário dos crimes, novos assassinatos começam a acontecer e o retorno de Ghostface, o assassino da máscara, parece ser uma nova realidade para a cidade que novamente entra em pânico.

Gostaria que alguém me corrigisse se eu estiver errado, mas quando criticamos ou fazemos piada (no mau sentido) de alguma coisa, não é sinal de que faríamos tudo diferente? Vamos levar como exemplo Pânico 4. Durante vários momentos, o filme de Wes Craven tira sarro do próprio gênero e, inclusive, faz referências a outras franquias para mostrar como o terror anda desgastado. Uma personagem, por exemplo, chega a mencionar Jogos Mortais 4 como nojento e desprovido de evolução de personagens. Ora, se Pânico 4 faz tanta questão de mostrar o cansaço do gênero terror e de fazer piada das previsibilidades desses filmes, era de se esperar que o quarto volume da série não fosse, pelo menos, repetir esses aspectos que tanto critica.

Grande engano. Chega a ser até irônico acompanhar uma história que se contradiz em diversos momentos. Pânico 4, ao mesmo tempo que tira sarro dos formatos dos filmes de terror, constrói sua história justamente em torno desses moldes. Resumo da história: ri e “critica”, mas vai lá e segue justamente o que lhe serve como alvo de deboche. Por um outro lado, a boa notícia é que a franquia continua com a mesma eficiência de antes. Não vejo muita diferença entre os três primeiros filmes e, em termos de suspense, esse quarto não se difere muito dos anteriores. O mesmo tipo de desenvolvimento, repetição de resoluções, sequências de tensão já conhecidas e por aí vai… Para quem aprecia, um prato cheio, claro.

Inclusive, existem algumas melhorias. Não lembro de sequências tão tensas como as do quarto volume. Claro que elas são bem parecidas com as dos longas anteriores, mas parecem providas de um maior realismo ou, até mesmo, de maior competência em jogar sangue para todos os lados mesmo. Junto a isso, permanecem os personagens com as mesmas características: o policial pamonha que não resolve nada vivido por David Arquette, a inescrupulosa jornalista de Courteney Cox e a sofrida Sidney Prescott interpretada por Neve Campbell. No sentido de reviver a série e de matar a saudade, Pânico 4 cumpre sua missão com louvor – até porque o resultado consegue ser bem divertido, mesmo com piadas que nada acrescentam, como aquela que diz que gays não morrem em filmes de terror (?!).

No entanto, volta-se para aquela questão citada anteriomente. Aliás, devo dizer que, em determinado momento, pensei que Pânico 4 fosse, de fato, escapar das obviedades e se diferenciar dos filmes que tanto satiriza. Nos momentos finais, estava pronto para aplaudir uma decisão madura da equipe. Mas eis que eles não conseguiram ir adiante com a escolha. Faltou a coragem e a inovação que eles próprios exigem dos filmes de terror atuais. No final das contas, aqueles dois personagens cinéfilos que “racionalizam” os assassinatos através de filmes sintetizam bem o que é Pânico 4: um filme esquematizado e que não escapa da cartilha trabalhada por eles antes. Emma Roberts e sua personagem que deixa forte impressão mereciam resoluções que, de fato, viessem justificar o pôster do longa que diz existir novas regras para uma nova década. O que se viu, afinal, foi um bom remember dos filmes anteriores. Nada de novo…

FILME: 7.5

13 comentários em “Pânico 4


  1. Gosto de filme de terror … Mas não achei legal a Emma Roberts ser o Pânico … :(

  2. Cleber, hype meio injustificável esse. O filme é divertido, mas não para essa badalação toda!

    Cristiano, não acho “Pânico” ruim, consigo me divertir bastante com eles. Só não sou um grande admirador. E, não, não adorei esse quarto volume, apenas gostei!

    Rubens, nunca se levou a sério mesmo… Mas nesse o humor ficou mais presente (talvez, um pouco além da conta pra mim), expandindo suas piadas para outros filmes do gênero!

    Alex, é por aí mesmo, mas não sei até que ponto gosto desse “humor”…

    Kamila, fui ver sem expectativas e aprovei o resultado!

    Mayara, não vejo muita diferença entre os filmes da série, mas o primeiro, sem dúvida, é o obrigatório.

    Rafael, concordamos em muita coisa, então!

    Kahlil, como citei em meu texto, “Pânico 4” é um bom remember…

    Lucas, entendo o teu ponto de vista, mas não consigo enxergar o humor do filme dessa maneira…

    Weiner, agora sei que concordamos bastante em relação a “Pânico 4”.

    Gustavo, esse quarto volume foi bem o que eu esperava dele!

  3. Cara, muito acima das minhas expectativas!!!!
    A trilogia Pânico marcou minha adolêscencia, e definiiu muito bem a minha geração atual!
    Muito bom!

  4. “Uma personagem, por exemplo, chega a mencionar Jogos Mortais 4 como nojento e desprovido de evolução de personagens. Ora, se Pânico 4 faz tanta questão de mostrar o cansaço do gênero terror e de fazer piada das previsibilidades desses filmes, era de se esperar que o quarto volume da série não fosse, pelo menos, repetir esses aspectos que tanto critica.”

    Adoro seu blog, mas tenho leves críticas a fazer:
    Pânico se destaca principalmente por esse fato, eles trabalham o clichê com uma metalinguagem absurda que deixa o filme ainda mais divertido. O filme 4 trabalha 100% sobre os clichês dos filmes de terror. Então era de se esperar que eles fizessem tudo que fizeram nessa sequência. O humor escancarado, os personagens totalmente batidos, as mortes, etc e tal. Continuo sendo grande fã dessa franquia. E o 4 é o segundo melhor da série (só não é melhor que o primeiro). Enfim, nem sei se consegui explicar direito, rs

  5. Realmente, as tais ‘novas regras’ não existem. Sou grande fã da trilogia original e fiquei mais do que satisfeito com esse 4º filme, principalmente pela originalidade. Tá certo que o filme tem seus equívocos e pequenos furos, mas no geral o filme é extremamente satisfatório. Como filme de terror ele cumpre sua função mais do que os outros 3. A violência nesse filme é absurda, algo que faltou na trilogia original mas que foi compensada nesse filme. As piadas sãi inteligentes e frutos de diálogos espertos! Olha no meu blog a crítica que eu fiz.

    http://filme-do-dia.blogspot.com/

  6. Acho que o grande problema desse Pânico 4 é essa confusão que se faz entre o suspense e a comédia, não me parece haver um bom equilíbrio no filme. Além disso, por mais que traga elementos novos, o filme ainda tem aquele tom de coisa requentada, repetida, apesar dos esforços. E o Craven já foi muito melhor com o suspense. Pelo menos, faz piada de seu próprio projeto e do gênero como um todo, mas podia procurar ser mais distinto.

  7. Ainda não assisti a este filme, mas verei porque gosto da série. Mas, confesso ter poucas expectativas em relação à quarta parte.

  8. O Pânico nunca se levou a sério. O original foi uma homenagem ao gênero e só. Mas foi uma homenagem tão bem feita, que ganhou espaço próprio e virou até inspiração para franquias posteriores. Aliás, apenas o 3° filme não foi tão bom assim. Foi muito, muito ruim. Pânico 4 deu vida nova a série.

  9. Sem pressa pra conferir este. Até porque eu revi os três filmes e achei fracos, ruins mesmo, de doer…rs…preferia nem ter revisado, quando eu era menor até que gostava.

    E esse, ao meu ver, não deve inovar em nada mesmo, enfim…

    Você deu nota 7,5? uau, hein?

    adorou, então! rs

  10. Apesar do hype em cima de filme, não espero nada além de um filme mediano, verei esta semana.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: