Contágio

Direção: Steven Soderbergh

Elenco: Matt Damon, Kate Winslet, Jude Law, Laurence Fishburne, Marion Cotillard, Gwyneth Paltrow, John Hawkes, Sanaa Lathan

Contagion, EUA, 2011, Suspense, 106 minutos

Sinopse: Uma epidemia sem explicação se espalha rapidamente, fazendo com que a comunidade médica mundial inicie uma corrida para encontrar a cura e controlar o pânico que se espalha mais rápido do que o próprio vírus. Ao mesmo tempo, pessoas comuns lutam para sobreviver em uma sociedade que está desmoronando.

Desde que ganhou o Oscar de melhor diretor por Traffic, Steven Soderbergh vive uma espécie de indefinição em sua carreira. Relizando desde dramas biográficos (as duas partes de Che, com Benicio Del Toro), comédias (O Desinformante!) até produções menores (Confissões de Uma Garota de Programa), o diretor não confirmou ser um sujeito de personalidade. Ao contrário do que mostrava Traffic, todos esses trabalhos dele não diziam muita coisa e muito menos chegavam a obter grandes repercussões, o que deixava a dúvida: afinal, quem é Steven Soderbergh? Depois de dizer que abandonaria o cinema (talvez numa tentativa mal sucedida de fazer o público criar interesse por seus trabalhos), agora, com Contágio, ele volta a mostrar sinais de que tem sim personalidade, que só está perceptível quando o diretor acerta na equação de alguns fatores específicos.

Em Traffic, Soderbergh mostrava uma sociedade abalada pelo tráfico de drogas. As diversas histórias eram apresentadas simultâneamente com habilidade, num longa que, além de trazer denúncia social, era atual e realista. Contágio segue exatamente esse mesmo estilo, trocando as drogas pelo perigo eminente de uma doença desconhecida. E é assim que ele alcança êxito: mostrando diversos personagens lidando com o mesmo dilema, numa problemática que é comum a todos. Em tempos que a sociedade já enfrentou H1N1 nos últimos anos, a discussão se mostra mais do que necessária. O interessante é que Soderbergh propõe um olhar sobre o assunto sempre sem fazer caricatura. É em função de seu diálogo intenso com a realidade que Contágio se torna tão interessante.

Ao contrário de tantos filmes sobre doenças ou sobre ameças para a populção de um país (e eles estão muito longe de serem poucos, vale comentar), Contágio não procura espetacularizar fatos e muito menos apelar com um desenvolvimento mirabolante. A preocupação do diretor é fazer com que o espectador fique nervoso com aquilo também, podendo achar possível que aquela mesma epidemia possa acontecer, por exemplo, na sua cidade. Nenhuma surpresa, então, se os mais crédulos sairem neuróticos da sessão querendo se afastar de lugares cheios e de pessoas que tossem. Por não revelar o que causa essa epidemia é que o enredo se torna instigante e, claro, responsável pela inquietação do público.

Contágio, portanto, é o primeiro trabalho relevante de Soderbergh em muito tempo. Aqui ele reúne um elenco cheio de estrelas (mesmo que não seja um filme trabalhado em atuações), uma excelente trilha sonora de Cliff Martinez e uma dinâmica montagem. Fácil assistir a essa história bem realista (a ação está nos diálogos, não necessariamente em fatos) e que só se perde em seu desfecho, mais óbvio e previsível do que o filme merecia. Exatamente na última cena, Contágio apresenta uma explicação que não precisava existir. Uma explicação que tira o charme de mistério e que deixa a sensação de que o filme é passageiro e superficial – o que não é verdade. Isso, junto com a constante vontade do cinema norte-americano de sempre ser positivo por mais desesperadores que sejam os fatos, prejudica Contágio, este longa sem firulas que aposta na racionalidade. Assim, sem os defeitos citados, o novo trabalho de Soderbergh seria bem mais do que apenas uma opção interessante e bem produzida, seria um dos longas obrigatórios de 2011.

FILME: 8.0

5 comentários em “Contágio

  1. E indicações, você acha que vai rolar? Tem gente apostando forte em Kate Winslet pra coadjuvante…

  2. Concordo contigo que este é o primeiro trabalho relevante do Soderbergh em muito tempo. Muito em parte por causa do grande elenco que ele reuniu para “Contágio”. Uma pena, somente, que algumas destas ótimas peças tenham sido mal aproveitadas, mas acho que este é o ônus a se pagar quando você reúne tantos atores bons juntos.

    Acho que o grande elemento de destaque deste filme acaba sendo o roteiro, que faz um retrato minucioso de todo o ciclo de uma pandemia. Gostei muito da forma como a história foi montada e da forma como este trabalho de montagem encontrou total sintonia com a trilha sonora, que acentua os momentos certos.

    “Contágio” é um ótimo filme!

  3. Concordo com a sua resenha em praticamente todos os pontos. Soderbergh, depois de Traffic e Erin Brokovich, devia a si mesmo uma obra que chamasse atenção.

    Meu único problema em relação ao filme está relacionado ao ritmo dele. Creio que ele se estende demasiado, há momentos que poderiam ser reduzidos a fim de mtorná-lo mais conciso. Mas isso não prejudica o filme.

  4. Lucas, duvido que o filme tenha alguma indicação… E, quanto ao elenco, são todos apenas nomes. Nenhum ali chega a ser destaque para conseguir alguma indicação!

    Kamila, realmente, um ótimo filme. Uma das surpresas de 2011. Como eu disse no meu texto, só achei que seria melhor se não insistisse em deixar tudo tão mastigado e resolvido…

    Luís, minha reclamação é só em relação aos rumos previsíveis da história. Não gosto dessa mania de Hollywood de querer mostrar como o fim é sempre positivo.

    Reinaldo, discordamos, então! Pra mim, o Soderbergh não fez nada de muito relevante desde “Traffic”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 117 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: