Margin Call – O Dia Antes do Fim

There are three ways to make a living in this business: be first, be smarter, or cheat.

Direção: J.C. Chandor

Elenco: Kevin Spacey, Paul Bettany, Zachary Quinto, Penn Badgley, Jeremy Irons, Demi Moore, Stanley Tucci, Mary McDonnell, Simon Baker

Margin Call, EUA, 2011, Drama, 107 minutos

Sinopse: Peter Sullivan (Zachary Quinto), Seth Bregman (Penn Badgley) e Will Emerson (Paul Bettany) trabalham no setor de recursos humanos de uma empresa, sendo responsáveis pelos trâmites burocráticos da demissão dos funcionários. Um dos demitidos é Eric Dale (Stanley Tucci), que entrega a Peter um pen drive contendo um projeto no qual estava trabalhando. Peter conclui o projeto em casa e descobre que ele excede os níveis históricos de volatilidade com os quais seu empregador trabalha. Quando o projeto entra em funcionamento, logo as ações da empresa caem 25%. A situação faz com que os executivos que comandam a empresa se reúnam para encontrar uma solução o mais rapidamente possível.

Não é novidade a tendência da realidade pautar o cinema. O que mudou, nos últimos tempos, foi a velocidade com que certos fatos viram filmes. Tudo é instantâneo e isso, claro, não parte da vontade de fazer algo autoral e sim de razões financeiras ou, então, da urgência de conquistar públicos com acontecimentos recententemente vivenciados por eles. Se o 11 de setembro rende material até hoje (Tão Forte e Tão Perto, o próximo filme de Stephen Daldry é um exemplo), podemos esperar mais uma leva de produções sobre a crise econômica que afetou os Estados Unidos no ano de 2008. De maior destaque nesse segmento, podemos citar Wall Street 2 – O Dinheiro Nunca Dorme e o desinteressante documentário vencedor do Oscar Trabalho Interno. São duas produções que começaram a discutir o assunto mas que, em nenhum momento, conseguiram empolgar. Margin Call – O Dia Antes do Fim apresenta mais uma trama passada durante a tal crise – só que, assim como seus colegas semelhantes em temática, também fica no meio do caminho.

O principal desafio de histórias que versam sobre fatos econômicos não é criar desenvolvimentos engenhosos ou tramas surpreendentes, mas sim descomplicar esse terreno tão limitado para o público leigo. Não apenas no que se refere ao uso de vocabulários técnicos, mas também na própria velocidade como insere o espectador nesse mundo. Margin Call – O Dia Antes do Fim cumpre parcialmente essa jornada. O curioso aqui é ver como a trama permanece falha na didática (tudo é muito técnico, falado como se todos compreendessem o mundo da economia), mas eficiente no clima criado. O diretor J. C. Chandor consegue, mais do que Wall Street 2 ou Trabalho Interno, mostrar como o dinheiro move o mundo e que o mercado é algo muito delicado: basta um mínimo detalhe dar errado para que tudo venha abaixo. Isso está bem evidente na forma como Margin Call mostra a influência do preocupante cenário econômico nas relações corporativas: tudo vai muito além de ideais, às vezes é preciso agir conforme a decisão dos outros para manter-se vivo no jogo. É um longa, portanto, que se beneficia por mostrar bem o entrave entre personagens de princípios opostos, a vontade de crescer numa corporação e como as relações são conduzidas pelo ambiente de trabalho.

Os personagens dependendo da economia para, por exemplo, continuar empregados ou bem posicionados na empresa pauta o suspense de Margin Call. É essa tensão que leva o espectador para dentro do eficiente clima criado pelo diretor. E essa tensão, apresentada no típico formato de filme só com diálogos, permanece presente durante um bom tempo – mais especificamente enquanto a história é encenada à noite (o filme é passado em tempo real). A verdade é que, como já constatado em outras produções com mesmo teor, não é fácil manter um bom ritmo durante todo o tempo com um assunto desses. E Margin Call, infelizmente, perde sua força pouco a pouco, especialmente quando resolve mostrar para o espectador como os personagens pretendem solucionar a crise que estão vivendo. A partir daí, o roteiro começa a repetir situações e apresentar diálogos que pouco acrescentam. Por sorte, o elenco, que é destaque mais pelo conjunto geral do que por interpretações em particulares, permanece intacto até o último momento, tornando-se, por fim, o grande atrativo desse filme que era promissor até certo ponto e, depois, revelou-se plano e sem grandes momentos.

FILME: 7.0

6 comentários em “Margin Call – O Dia Antes do Fim

  1. Sr. Matheus Pannebecker

    Você assistiu o filme? Entendeu alguma coisa? Está tudo ERRADO o que você escreveu!!! Esses personagens NÃO trabalham no departamento de recursos humanos da empresa nem o referido personagem vai trabalhar em casa!!!!!

    Antes de escrever algo, informe-se a respeito.

  2. Sr. Matheus Pannebecker

    Você assistiu o filme? Entendeu alguma coisa? Está tudo ERRADO o que você escreveu!!! Esses personagens NÃO trabalham no departamento de recursos humanos da empresa!!!!!

    Antes de escrever algo, informe-se a respeito.

  3. Luís, se você gosta de filmes desse estilo, acredito que você gostará de “Margin Call”!

    Kamila, achei o filme apenas interessante…

    Maurício, não considero um “filmaço”, mas tem seus atrativos.

  4. Curioso que sua crítica é a primeira que leio que não elogia demais o filme. Só tinha lido críticas sensacionais sobre essa obra. De qualquer forma, estou bastante curiosa por “Margin Call”.

  5. O filme não parece ser uma grande obra, mas, pelo que você descreveu, parece ser uma obra bastante interessante para se conferir. Gosto desse assunto que envolve dinheiro e as consequências do seu uso, como vemos nos filmes Wall Street e Network, por exemplo. A somar, o que me atrai nesse filme são os nomes dos atores: com exceçãod e Zachary Quinto, que até hoje não me surpreendeu, todos os outros já me cativaram de algum modo. Por isso, decerto, vou vê-lo assim que puder.
    Ótimo texto.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: