BAFTA 2012: apostas (atualizado com vencedores)

Estamos chegando na etapa final da award season e o BAFTA tem papel fundamental nesse momento. Ano passado, carimbou o favoritismo de O Discurso do Rei – assim como, em outras ocasiões, premiou Marion Cotillard (Piaf – Um Hino ao Amor) e Tilda Swinton (Conduta de Risco), atrizes que, na época, estavam longe do favoritismo ao Oscar –  e ,como sabemos, posteriormente, viriam a vencer o prêmio da Academia. Por isso, apesar de todo o bairrismo que lhe traz tantas críticas, o BAFTA é um prêmio que pode sim definir tendências. E é bom ficar de olho nelas. Também é o primeiro grande prêmio que considera categorias técnicas, desde som e montagem até fotografia e maquiagem. A cerimônia, que acontece no próximo domingo (12), deve confirmar o favoritismo de O Artista em categorias como filme e diretor.

O único rival à altura do longa de Michel Hazanivicius é o britânico O Espião Que Sabia Demais, que tem boas chances de faturar importantes categorias. Os coadjuvantes Christopher Plummer e Octavia Spencer também devem se encaminhar para o Oscar sem qualquer problema. O interessante está mesmo nos atores principais. Se Jean Dujardin parece uma aposta fácil, não duvide de Gary Oldman, um ator britânico que está em um filme que conseguiu um surpreendente número de indicações. Já entre as mulheres, Viola Davis deve abrir espaço para Meryl Streep. A veterana só ganhou o prêmio na década de 80, quando fez um papel britânico em A Mulher do Tenente Francês. Com A Dama de Ferro deve voltar a ganhar o BAFTA, justamente, por outro papel com a mesma origem.

Confira a nossa lista de apostas:

MELHOR FILME: O Artista

Ainda tenho minhas dúvidas se o Oscar conseguirá premiar um filme desse estilo. No entanto, a vitória de O Artista no BAFTA só comprova que não apostar no filme, a partir de agora, é um verdadeiro ato de loucura. E se não der O Artista, quem vence? Não tenho nem ideia…

MELHOR FILME BRITÂNICO: O Espião Que Sabia Demais

Prêmio mais do que esperado. Agora, resta saber, qual a influência do sucesso desse filme no BAFTA para a próxima cerimônia do Oscar?

MELHOR DIRETOR: Michel Hazanavicius (O Artista)

Também previsível. Ainda que O Artista não leve o principal prêmio da noite, é quase impossível que Hazanavicius não saia consagrado. E ele também não tem rival, já que Scorsese ganhou não faz muito tempo e acho difícil vê-lo como vencedor de novo tão cedo…

MELHOR ATOR: Gary Oldman (O Espião Que Sabia Demais)

Quem levou foi Jean Dujardin, o que era de se esperar. George Clooney já pode dar adeus ao Oscar?

MELHOR ATRIZ: Meryl Streep (A Dama de Ferro)

Um prêmio óbvio, mas que marca algo muito importante: é o prêmio que mais se parece com o Oscar, já que Meryl só tinha vencido o BAFTA na década de 1980. Será que essa vitória também é o anúncio de uma possível quebra de jejum do Oscar com a atriz? Esse assunto será mais detalhado aqui no blog em breve…

MELHOR ATOR COADJUVANTE: Christopher Plummer (Toda Forma de Amor)

Não é só pelo nome e pela carreira. Christopher Plummer está mesmo ótimo em Toda Forma de Amor. Reconhecimento merecido.

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE: Octavia Spencer (Histórias Cruzadas)

Até agora não entendo. Melhor até deixar para lá…

MELHOR FILME ESTRANGEIRO: A Separação (Irã)

Uma das grandes surpresas do BAFTA, ainda que não tenha influência alguma no Oscar, já que A Pele Que Habito ficou de fora. Mas que alegria ver o maravilhoso trabalho de Almodóvar recebendo pelo menos uma merecida celebração!

MELHOR ROTEIRO ORIGINAL: Meia-Noite em Paris

O Artista levou a melhor. Pelo jeito, o (errado) raciocínio de que “já tem Oscar/foi consagrado bastante” deve pesar também para Woody Allen.

MELHOR ROTEIRO ADAPTADO: O Espião Que Sabia Demais

Vitória esperada mas que fortalece o filme para uma possível vitória no Oscar, especialmente porque Os Descendentes, a cada dia, perde força.

MELHOR AMIMAÇÃO: As Aventuras de Tintim

Rango venceu. Que confusão a categoria de animação esse ano, hein?

MELHOR DOCUMENTÁRIO: Senna

Última consagração para esse ótimo documentário que fez uma respeitável carreira lá fora. Que mancada, hein, Oscar?!

MELHOR TRILHA SONORA: O Artista

Ludovic Buorce vence de grandes compositores – o que parece bem merecido. Não palpito porque ainda não vi o filme.

MELHORES EFEITOS ESPECIAIS: Harry Potter e as Relíquias da Morte – Parte 2

Já estava me perguntando se Harry Potter não levaria um prêmio sequer pelo último filme. Ao que tudo indica, deve ficar pelo menos com prêmios para os efeitos, que são impecáveis.

MELHOR SOM: Harry Potter e as Relíquias da Morte – Parte 2

Hugo foi o vencedor, o que não surpreende muito, já que o filme de Martin Scorsese deve se contentar apenas com as categorias técnicas.

MELHOR FIGURINO: Jane Eyre

Ainda bem que pararam com essa monotonia de só premiar figurinos de filmes de época…

MELHOR MAQUIAGEM: A Dama de Ferro

Oscar de maquiagem à vista fazendo par com melhor atriz ao estilo Piaf – Um Hino ao Amor?

MELHOR MONTAGEM: Senna

Que lindo, prêmio merecidíssimo!

MELHOR FOTOGRAFIA: A Invenção de Hugo Cabret

O Artista venceu e se fortaleceu ainda mais…

MELHOR DESIGN DE PRODUÇÃO: A Invenção de Hugo Cabret

Deve ser uma das barbadas do próximo Oscar.

7 comentários em “BAFTA 2012: apostas (atualizado com vencedores)

  1. Fiquei feliz com a vitória de Meryl Streep , Rango e ver o documentário Senna ganhar foi show de bola.

  2. Bons palpites Matheus. Mas só para lembrar que o Critic´s Choice Awards também concede prêmios técnicos e, não custa lembrar, foram os únicos que cravaram os nove filmes escolhidos para melhor do ano no Oscar.

    Acho que Thomas Alfredson pode ficar com o prêmio de direção.
    Abs

  3. Difícil discordar de seus palpites, Matheus. A grande questão envolvendo essa premiação é o quanto ela terá influência no Oscar 2012.

  4. Boas apostas, Matheus! Mas acho que “O Artista” tem chances em ator, montagem e figurino. Também não descarto “Os Descendentes” em roteiro adaptado. Tomara msm que o BAFTA te escute e favoreça o jogo para Meryl Streep (sou contra à vitória de Viola Davis, que apesar da excelente performance, é claramente coadjuvante em “Histórias Cruzadas”). E espero que suas previsões para “Harry Potter” se realizem, já que as chances dessa série ser reconhecida no Oscar estão cada vez mais escassas. Abraços!.

  5. eu acho praticamente impossivel “o artista” faturar SÓ essas duas vitórias!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: