Melhores de 2011 – Edição/Mixagem de Som

Como o filme mais grandioso de toda a série, era de se esperar que Harry Potter fizesse um belo trabalho não só nos efeitos visuais como também nos sonoros. E quem teve a oportunidade de assistir ao capítulo final da saga em uma boa tela de cinema conseguiu perceber a excelência do resultado. Da visita ao banco de Gringotes até os confrontos na escola de Hogwarts, Harry Potter e as Relíquias da Morte – Parte 2 não foi certeiro ao ambientar o espectador em cada cena com o uso da edição e mixagem de som. Nós realmente estamos dentro daquele mundo fantástico, compartilhando das sensações de cada um dos personagens. Um trabalho sonoro exemplar e que só contribuiu para o maravilhoso resultado do longa que fechou em grande estilo a história de Harry Potter (Daniel Radcliffe).

X-MEN: PRIMEIRA CLASSE

Na overdose de filmes baseados em quadrinhos, X-Men: Primeira Classe conseguiu apresentar diferenciais. E eles se estendem, também, ao próprio lado técnico. Há quem diga que não existe nada de muito novo aqui, mas é difícil achar filmes tão bem acabados na técnica como esse. E a parte sonora também tem a sua contribuição. Mais um ótimo aspecto técnico a favor de uma boa história.

SUPER 8

J.J. Abrams é um sujeito muito talentoso ao usar a parte técnica para ambientar o espectador. Star Trek já foi uma prova disso, mas tal talento (principalmente na união dos efeitos com a parte sonora) fica mais evidente em Super 8, principalmente porque a história não é lá tão interessante. Uma cena exemplar do uso de som é aquela em que os protagonistas presenciam um acidente de trem.

PLANETA DOS MACACOS: A ORIGEM

Como um (bom) blockbuster, Planeta dos Macacos: A Origem fez um excelente trabalho de edição e mixagem de som. E isso se refere não apenas aos momentos de ação do filme (a batalha na ponte é um momento de destaque), mas também ao modo como a parte sonora tem sua missão ao ajudar na verossímil construção das figuras dos macacos.

CAPITÃO AMÉRICA: O PRIMEIRO VINGADOR

Filmes de heróis já saturaram, mas, como é de esperar, conseguem cumprir as expectativas em torno do lado técnico. Capitão América: O Primeiro Vingador é sim decepcionante, mas constantemente funciona com seu estilo matinê. E a parte sonora tem papel fundamental ao levar o espectador para dentro da aventura.

EM ANOS ANTERIORES: 2010Tron: O Legado | 2009Avatar | 2008WALL-E | 2007O Ultimato Bourne

_

Escolha do público:

1. Harry Potter e as Relíquias da Morte – Parte 2 (46,15%, 12 votos)

2. Super 8 (30,77%, 8 votos)

3. Planeta dos Macacos: A Origem (11,54%, 3 votos)

4. X-Men: Primeira Classe (11,54%, 3 votos)

5. Capitão América: O Vingador (0%, 0 votos)

4 comentários em “Melhores de 2011 – Edição/Mixagem de Som

  1. Kamila, minha segunda opção é “Super 8” =)

    Cleber, você detesta? Acho o filme fenomenal!

    Clóvis, merecia mais reconhecimento mesmo, principalmente porque a saga nunca venceu nada =/

  2. Concordo novamente com o seu vencedor. O último filme do Potter tem uma parte técnica excelente (acho que merecia mais reconhecimento nas premiações) . O mesmo pode ser dito sobre “Super 8”. Já “X-Men”, “Planeta dos Macacos” e “Capitão América” mandam bem na parte sonora, mas nada que me impressione muito. No lugar deles eu colocaria “Cisne Negro”, “Bravura Indômita” e “Transformers: O Lado Oculto da Lua”.

  3. Bela lista de indicados, mas vou ter que discordar, novamente, de você aqui. Meu voto foi para “Super 8”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: