Melhores de 2011 – Atriz Coadjuvante

Não foi um ano particularmente interessante para as atrizes coadjuvantes. Tanto que a única que apresentou um desempenho realmente superlativo (Lesley Manville, em Another Year) sequer teve seu filme lançado em território brasileiro. Por isso, a escolha de melhor atriz coadjuvante de 2011 não é necessariamente pelo melhor desempenho (até porque todas estão basicamente no mesmo nível), mas, de certa forma, pelo conjunto da carreira. Nesse sentido, Amy Adams é a que mais chama atenção. Por sua performance em O Vencedor, foi indicada ao Oscar pela terceira vez. Como uma jovem de aparência frágil (mas de personalidade forte), Adams é exatamente o contraponto de tudo o que existe em O Vencedor: seu trabalho é simples, ao passo que a personagem é a única que parece ser digna de confiança no meio de figuras tão oportunistas, a exemplo das interpretadas por Christian Bale e Melissa Leo. Adams, como boa atriz que é, saiu-se bem mais uma vez, mostrando que novas variações podem sim lhe fazer muito bem. É pelos momentos em que deixa sua aparência angelical de lado para sair no tapa com outras mulheres que ela prova que, um dia, ainda vai arrasar quando receber a chance de interpretar uma personagem completamente diferente de todas as figuras, digamos, “queridas” que já interpretou. O Vencedor foi uma verdadeira prova dessa tendência.

MARISA PAREDES (A Pele Que Habito)

Dona de uma personagem essencial para A Pele Que Habito (aquela que faz a ligação entre várias figuras da história), Marisa Paredes voltou a trabalhar com Pedro Almodóvar depois de quase uma década. E não desapontou: sua Marilia atende exatamente a tudo aquilo que o clima da história pede. É, de certa forma, bizarra dramaticamente (notem as várias tragédias da vida dela), mas sem nunca descambar para o absurdo. Paredes acertou em cheio.

MELISSA LEO (O Vencedor)

Depois do teatro desnecessário quando recebeu o Oscar, Melissa Leo quase nos fez esquecer que é uma ótima atriz (com destaque para Rio Congelado). De qualquer forma, Leo é uma atriz extremamente versátil, e não desaponta como a cafona matriarca de O Vencedor. Em suas caricaturas, conseguiu chamar a atenção, principalmente ao fazer uma boa dupla com Christian Bale.

BARBARA HERSHEY (Cisne Negro)

Muito se falou sobre os méritos de Mila Kunis como coadjuvante em Cisne Negro e pouco se comentou o desempenho de Barbara Hershey. Ora, como a controladora mãe de Nina (Natalie Portman), Hershey foi bem sucedida ao mostrar como as atitudes de sua personagem foram fundamentais para a formação das fragilidades de Nina. Melhor ainda é quando ela se escandaliza com a total mudança de comportamento da filha. Desempenho subestimado.

ROSE BYRNE (Missão Madrinha de Casamento)

Outra atriz que, em 2011, foi injustamente ofuscada por uma colega inferior. Difícil compreender como Rose Byrne foi ignorada por sua atuação em Missão Madrinha de Casamento ao passo que Melissa McCarthy conseguiu, misteriosamente, chegar até mesmo ao Oscar. Como a pedante madrinha que deseja controlar todos os passos do casamento e tomar o brilho de Annie (Kristen Wiig), Byrne abandonou toda sua inércia do seriado Damages para roubar a cena em momentos muito divertidos.

EM ANOS ANTERIORES: 2010 – Marion Cotillard (Nine) | 2009 – Kate Winslet (O Leitor) | 2008 – Marcia Gay Harden (O Nevoeiro) | 2007 – Imelda Staunton (Harry Potter e a Ordem da Fênix)

_

Escolha do público:

1. Amy Adams, por O Vencedor (39,13%, 18 votos)

2. Melissa Leo, por O Vencedor (32,61%, 15 votos)

3. Barbara Hershey, por Cisne Negro (17,39%, 8 votos)

4. Marisa Paredes, por A Pele Que Habito (6,52%, 3 votos)

5. Rose Byrne, por Missão Madrinha de Casamento (4,35%, 2 votos)

9 comentários em “Melhores de 2011 – Atriz Coadjuvante

  1. Pingback: Melhores de 2013 – Atriz Coadjuvante | Cinema e Argumento

  2. Rafael, também acho =)

    Reinaldo, pelo menos concordamos!

    Henrique, Charlotte e Jessica, para mim, não são coadjuvantes em seu respectivos filmes. As outras duas não me impressionaram…

    Kamila, a Rose Byrne me surpreendeu demais em “Missão Madrinha de Casamento”!

    Luís, como eu disse no post, a Rose Byrne está ótima – e merecia mais honrarias que Melissa McCarthy.

    Clóvis, a Barbara Hershey foi outra subestimada na temporada de premiações…

  3. Embora eu seja um grande fã da Amy Adams, não acho que ela se destaque muito em “O Vencedor”, apesar da ótima atuação. Nesse filme, eu prefiro a caricatura da Melissa Leo. Como a minha favorita (Jessica Chastain por “A Árvore da Vida”) não está aí, meu voto foi para a Barbara Hershey.

  4. Amy Adams, com certeza! Mas fiquei em dúvida entre as interpretações dela e de Rose Byrne, mas ela com certeza me emociona mais – um excelente trabalho.

  5. Adoro a Amy Adams, em “O Vencedor”, justamente por ela mostrar uma faceta diferente, fugindo um pouco daquele trivial de mulheres que ela sempre costuma interpretar. Fiquei surpresa de ver a Rose Byrne mencionada aqui, mas ela merece. Sua atuação é um dos pontos altos de “Missão: Madrinha de Casamento”. Mas, meu voto foi para a caricatura chamada Melissa Leo! rsrs

  6. Cadê Jacki Weaver, Charlotte Gainsbourg, Mila Kunis e Jessica Chastain (por A Árvore da Vida)?

  7. Votei em Amy Adams. Confesso que apesar dos ótimos trabalhos listados, discordo um pouco da seleção. Contudo, a vencedora – na minha avaliação – seria Adams de qualquer maneira.
    Abs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: