Melhores de 2011 – Ator

O nível que Colin Firth alcançou nos últimos anos não é brincadeira. Ele, inclusive, já merecia ter vencido o Oscar logo na sua primeira indicação por Direito de Amar, onde estava impecável na pele do melancólico professor de literatura George Falconer. O prêmio, contudo, veio com O Discurso do Rei. E se o filme de Tom Hooper tem detratores até mesmo debaixo d’água, tal ódio não pode se estender ao maravilhoso desempenho de Colin Firth. Mais uma vez vitorioso ao mergulhar nas angústias de um personagem, Firth mostra toda a vulnerabilidade de um sujeito que, devido ao destino, precisa encontrar força e liderança para assumir um posto que claramente não era destinado ao seu perfil. O trabalho do ator, então, não é apenas sobre a técnica de reproduzir uma gagueira ou de encarnar uma figura real, mas também sobre a habilidade de demonstrar fragilidade e força de superação. E, em todos os sentidos, Firth está mais uma vez impecável, trazendo outro grande desempenho para essa nova fase de sua carreira. Pois é, podemos esperar bastante dele para os próximos anos…

JAVIER BARDEM (Biutiful)

Biutiful é, provavelmente, o filme mais desinteressante do diretor Alejandro González Iñárritu. Excessivamente lento e desperdiçando tempo com histórias que não precisavam de tanto destaque, o filme pode ter seus erros, mas nenhum deles envolve Javier Bardem. Bem pelo contrário. O espanhol é quem segura magnificamente esse filme que merece ser conferido justamente por causa de seu desempenho. Com cenas arrebatadoras, em especial aquelas que divide com os filhos, Bardem entrega um trabalho que figura, facilmente, entre os melhores de sua carreira.

ANDY SERKIS (Planeta dos Macacos: A Origem)

Andy Serkis foi o grande responsável por essa corrente de cinéfilos que defendem a valorização de interpretações “maquiadas” por tecnologia. E não é para menos. Depois do ótimo trabalho como o bizarro Gollum, de O Senhor dos Aneis, o ator alcança, em Planeta dos Macacos: A Origem, aquele que é, possivelmente, o seu auge como profissional. Reproduzindo tudo o que é necessário para tornar o macaco Caeasar uma figura extremamente realista, Serkins realiza um trabalho convincente e, acima de tudo detalhista. Muitos atores por aí, normalmente, não conseguem sequer fazer metade disso.

RYAN GOLSING (Namorados Para Sempre)

O sucesso que Ryan Gosling tem alcançado nos últimos anos é apenas fruto de uma série de bons trabalhos apresentados anteriormente. Desde Half Nelson e A Garota Ideal, Gosling já mostrava o seu talento. E, em Namorados Para Sempre, ele deu mais uma prova do porquê ser um dos atores mais disputados de sua geração. Fazendo uma ótima dupla com Michelle Williams, ele consegue se sair muito bem nesse personagem que, frente ao de Williams, pode parecer menos digno de compaixão. Mais um caso de injustiça onde o integrante de uma dupla foi preterido quando deveria ser celebrado nas mesmas proporções que o outro.

PAUL GIAMATTI (A Minha Versão do Amor)

A Minha Versão do Amor pode até não ser um filme muito interessante (se prolonga demais e não é necessariamente narrado de forma original), mas Paul Giamatti salva o dia. Independente do filme, esse é um ator que sempre chama a atenção. Também ótimo no recente Tudo Pelo Poder, Giamatti encontra destaque absoluto em A Minha Versão do Amor, mostrando, de novo, a sua facilidade em conseguir ser tão natural e eficiente diante das câmeras. O ator sabe dar o tom certo para sua interpretação, que, no final das contas, é o que justifica uma conferida nesse filme.

EM ANOS ANTERIORES: 2010 – Colin Firth (Direito de Amar) | 2009 – Sean Penn (Milk – A Voz da Igualdade) | 2008 – Daniel Day-Lewis (Sangue Negro) | 2007 – Forest Whitaker (O Último Rei da Escócia)

_

Escolha do público:

1. Ryan Gosling, por Namorados Para Sempre (44,12%, 15 votos)

2. Colin Firth, por O Discurso do Rei (35,29%, 12 votos)

3. Andy Serkis, por Planeta dos Macacos: A Origem (8,82%, 3 votos)

4. Javier Bardem, por Biutiful (5,88%, 2 votos)

5. Paul Giamatti, por A Minha Versão do Amor (5,88%, 2 votos)

7 comentários em “Melhores de 2011 – Ator

  1. Ghuyer, confira, urgentemente, o vencedor e Javier Bardem. Eles estão espetaculares!

    Rafael, é impossível falar de Michelle Williams em “Namorados Para Sempre” sem mencionar o Ryan Gosling…

    Acauã, nem esteve perto daqui =/

    Reinaldo, quais os atores que você considera merecedores de estarem na lista de melhores do ano?

    Kamila, fiquei muito em dúvida entre ele e o Colin Firth!

    Rafael, eu também defendo “O Discurso do Rei” =)

  2. Gostei muito da seleção e do vencedor também que quase entrou na minha lista. Indiquei Serkis como coadjuvante. Aqui meu favorito é Gosling que está numa fase de grandes performances, diga-se de passagem. Eu sou um dos defensores de “O Discurso do Rei”, mas o filme acabou levando apenas a indicação de ator coadjuvante lá no blog. Abs.

  3. Não assisti às performances de Gosling e Giamatti e gosto MUITO das outras três atuações que você citou. Mas, meu voto discorda do seu: Javier Bardem, em “Biutiful”.

  4. Apesar da ótima seleção e das justificativas mais do que perfeitas, essa é a categoria de “melhores do ano” da qual mais discordo aqui no cinema e Argumento. Para mim, houve muitas atuações melhores que foram ignoradas. Dos indicados, fico (e votei) em Ryan Gosling.
    Abs

  5. Ótima lista, fiquei bem feliz por ter lembrado de Ryan Gosling que está tão brilhante quanto Michelle Williams. E o primeiro colocado dispensa comentários.

  6. Na minha premiação, também indiquei Andy Serkis e Ryan Gosling, dando a vitória a este último, mas não votei na enquete porque infelizmente ainda não conferi os outros três indicados.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: