Esperar Para Sempre

Truth is nothing. What you believe to be true is everything.

Direção: James Keach

Roteiro: Steve Adams

Elenco: Tom Sturridge, Rachel Bilson, Blythe Danner, Richard Jenkins, Nikki Blonsky, Matthew Davis, Scott Mechlowicz, Jaime King

Waiting for Forever, EUA, 2010, Drama/Romance, 95 minutos

Sinopse: Emma (Rachel Bilson) e Will (Tom Sturridge) eram grandes amigos na infância. Porém, devido ao destino, os dois se separaram. Enquanto Emma se tornou uma estrela da TV, Will vaga pelo mundo fazendo apresentações de rua. O que Emma não sabe é que Will continua apaixonado por ela e que ele a segue por todos os lados para manter o seu amor vivo. Quando Emma volta para a cidade onde os dois um dia foram melhores amigos, ela precisa lidar com a enfermidade do seu pai (Richard Jenkins) e o reencontro com Will. (Adoro Cinema)

Os defensores da saga Crepúsculo enfatizam a ideia de que a história de Edward (Robert Pattison) e Bella (Kristen Stewart) é encantadora porque valoriza aquele romance idealizado que está tão escasso nos dias de hoje. Esperar Para Sempre segue essa mesma linha de que o amor é lindo, o combustível da vida, e que ele pode superar qualquer obstáculo. Só que, ao contrário de Crepúsculo, consegue transmitir esse ideal com, digamos, um pouco mais de naturalidade e eficiência. Entretanto, isso não quer dizer que Esperar Para Sempre esteja isento de problemas. Os mais diabéticos não conseguirão acompanhar a história sem ter crises de irritação, principalmente no que se refere ao personagem Will. Interpretado pelo jovem Tom Sturridge (que já contracenou com Philip Seymour Hoffman, Bill Nighy e Emma Thompson em Os Piratas do Rock), ele é aquele menino sonhador e apaixonado que acredita no amor para vencer todas as barreiras. Artista de rua, é o garoto “idealizado” pelas pessoas mais sonhadoras.

Já a Emma de Rachel Bilson segue um caminho bem diferente. Ela está sofrendo com o câncer do pai, além de estar envolvida num relacionamento problemático. Ela não está na mesma sintonia de Will. E é exatamente aí que surge o maior problema de Esperar Para Sempre. Abordando essas duas histórias paralelamente, o roteiro constrói a vida de cada um dos personagens durante boa parte do filme, juntando os dois somente depois da metade. O resultado é o seguinte: as duas storylines separadas até que funcionam. Mas, a partir do momento que o roteiro tenta formar um romance, não é bem sucedido – afinal, são pessoas diferentes, com vidas diferentes e que parecem não ter nada em comum a não ser as lembranças de quando eram amigos de infância.

Sturridge, que tem forte amizade com Robert Pattinson na vida real, lembra muito seu amigo fisicamente. No entanto, consegue ter mais desenvoltura, atribuindo ao personagem todo o “encantamento” necessário sem parecer forçado. Bilson, por outro lado, ainda é marcada por sua Summer de The O.C. e não faz nada além do correto. O destaque, claro, fica com Blythe Danner e Richard Jenkins. Ambos são ótimos atores e conseguem destaque em função de seus papeis dramáticos. Pena que estejam sempre reduzidos a esses romances açucarados para adolescentes. Apesar da incompatibilidade do casal (não pela falta de química, mas pelas histórias que não combinam), Esperar Para Sempre tem saldo positivo para aqueles que procuram assistir a uma produção melosa. O filme de James Keach é inofensivo e está muito longe de mudar a vida de qualquer pessoa. Só é para um público específico.

FILME: 6.5

7 comentários em “Esperar Para Sempre

  1. Na verdade achei esse filme sem pé nem cabeça!
    Pois tem uma parte do filme q deu a entender que Emma tinha algum poblema que a mãe dela ate ficava com jeito estranho mas esse poblema dela não foi revelado.
    Ela traiu o o namorado dps eles voltam como se nada tivessem acontecido…
    Confesso que chorei na parte que o Will falou que seguia ela etal ….

  2. Cara na minha ideia, esse filme tinha que ter continuação, pq o filme termina de um modo “am?” sem cabimento, poderiam produzir o 2, assim daria p entender mais sobre a história dos dois depois que ele contou para ela que a seguia.

  3. Parabens o filme e muito bom,O melhor filme que eu ja vi amei esse filme fala tudo de uma amizade ,que ele sempre amou so q nunca contou e ela so queria amizade!

  4. Renato
    A escolha é de cada um, tornarmos adultos e ter a alegria e os sonhos de uma criança feliz, ou viver sofrendo com as dificuldades apresentadas na infância e só ver o lado difícil da vida. Se somos donos de nossos pensamentos, vamos escolher apenas as boas fantasias com os pés firmes.
    O filme nos leva a reflexão, não é apenas um belo romance.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: