Bel Ami – O Sedutor

Direção: Declan Donellan e Nick Ormerod

Roteiro: Rachel Bennette, baseado no romance “Bel Ami”, de Guy de Maupassant

Elenco: Robert Pattinson, Uma Thurman, Kristin Scott Thomas, Christina Ricci, Colm Meaney, Philip Glenister, Holliday Grainger, James Lance, Frank Dunne

Bel Ami, Inglaterra/Itália, 2012, Drama, 102 minutos

Sinopse: Durante a década de 1890, em Paris, Georges Duroy (Robert Pattinson) transita entre os bares mais imundos e os salões mais opulentos. Ele usa seu poder de sedução para tentar sair de sua situação social precária e conquistar a riqueza, neste mundo em que a política e a mídia brigam pelo poder, onde o sexo é uma arma e a fama é uma obsessão. Entre os alvos de Duroy estão algumas das mulheres mais influentes da sociedade da época, como Virginie Walters (Kristin Scott Thomas), Madeleine Forestier (Uma Thurman) e Clotilde de Marelle (Christina Ricci). (Adoro Cinema)

Susie Figgis merecia um prêmio pela escolha de elenco de Bel Ami – O Sedutor. Ironia, óbvio. Afinal, esse é o principal problema de um filme que já é falho por si só e que sofre ainda mais em função dos atores que não combinam. Baseado no clássico romance homônimo de Guy de Maupassannt, o longa dirigido pela dupla Declan Donellan e Nick Ormerod perde qualquer chance de ter seus erros relevados principalmente em função de Robert Pattinson, um ator que é geneticamente incapaz de entregar uma boa interpretação.

Mas, antes, o filme. Em meia hora, já dá para perceber que Bel Ami não está muito interessado em ser consistente. Por duas razões. Primeiro: o roteiro de Rachel Bennette entrega tudo muito fácil para o protagonista que, em questão de pouco tempo, já saiu da miséria, conseguiu um bom emprego e encantou três diferentes mulheres – tudo isso sem razões muito convincentes. Segundo: o filme parece meio bipolar ao jogar os personagens de um lado para o outro em diferentes situações e sentimentos. E o longa se desenvolve dessa forma até o final.

Durante vários momentos, também acompanhamos claras incongruências e contradições em função dessa velocidade com que a roteirista narra tantas situações e reviravoltas. O que dizer da personagem que afirma morrer de medo que o marido descubra sua infidelidade mas que, na cena seguinte, está dançando e beijando o amante em uma festa lotada? Isso sem falar de obviedades: tosse em filme de época… o que será? Assim, Bel Ami é um filme sem linha dramática definida – e isso já parte de sua premissa dispersiva de apenas narrar as “peripécias” de um jovem sedutor.

Por falar em sedutor, voltemos ao aspecto que mais atrapalha Bel Ami: Robert Pattinson. Ainda é um mistério como esse garoto conseguiu sucesso como ator, já que, em toda a sua carreira, nunca entregou um desempenho decente. Pois se já é complicado ter qualquer boa vontade com Pattinson, imagina, então, nesse filme que tenta vendê-lo como um exímio sedutor que encanta mulheres como Uma Thurman e Kristin Scott Thomas (a segunda ainda amargurando uma cena em que, caída no chão, é humilhada verbalmente por Pattinson). Bom, aí é já pedir demais.

FILME: 5.0

6 comentários em “Bel Ami – O Sedutor

  1. É curioso. Não sei se, ao assistir o flme agora,na TV, eu acabara de sair da leitura de “Bel AMi”, de Maupassant, e, deste modo, talvez estivesse ainda sob a influência do romance.Avesso àqueles filmes de “vampiros jovens”, preparei-me para “Bel Ami” já com prevenção quanto ao ator.Portanto,nada dele, efetivamente, assistira. Pois achei a interpretação muito boa.Gostei de tudo, da rapidez de mudança de uma situação para outra, da ambientação e talvez só tenha lamentado achar a Scott Thomas envelhecida(Mas creio ser a caracterização).No livro, de fato, acompanha-se toda a dolorosa decadência física de Forestier e as cenas do espelho,no qual se olha “Bel Ami”, antes de subir as escadas da mesma residência, em duas situações diferentes de sua ascensão, tem a ver com o naco de espelho colocado logo no início do filme em seu quarto miserável.Tal gesto é como uma referência no romance de Maupassant.
    Desculpem, mas gostei.

  2. Concordo em gênero e grau com a crítica. Esse cara como ator principal não convence ninguém e o roteiro realmente cheio de furos. Ainda bem que não perdi meu tempo indo ao cinema pra assistir isso aí!

  3. Kamila, ele é esforçado mesmo… Pena que não tem talento para fazer jus aos trabalhos em que atua =/

    Stella, então idem para o que eu disse para a Kamila =)

  4. Faço minhas as palavras da Kamila, nos dois parágrafos, sem tirar nem por.
    :-)

  5. Por mais que as pessoas reclamem dele, eu acho Robert Pattinson um ator esforçado e dedicado, principalmente, a enfrentar novas oportunidades como ator, fugindo da obviedade da série “Crepúsculo”. Gostando ou não dele, temos que reconhecer isso.

    Apesar disso, a única coisa que me faria assistir “Bel Ami” é que eu amo um filme de época.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: