Os indicados ao Globo de Ouro 2013

No sentido de dar uma noção do que veremos nos indicados do próximo Oscar, a lista divulgada ontem pelo SAG foi muito mais pé no chão. A maior prova disso é o amor do Globo de Ouro por Django Livre, por exemplo, que só teve maiores repercussões na lista divulgada pela HFPA hoje – o que não deve se repetir no Oscar. Na realidade, a lista do Globo de Ouro oscilou entre o previsível e o irrelevante – o que é recorrente no prêmio – onde algumas surpresas pouco acrescentam às tendências da award season. Lincoln, de Steven Spielberg, lidera com sete indicações.

A lista completa – também com os indicados em TV – pode ser conferida aqui. A de cinema encontra-se abaixo. Ah, e um adendo: o Globo de Ouro precisa reformular urgentemente a forma como faz o anúncio de seus indicados. Levam quase meia hora para revelar a lista, colocam intervalo e ainda escolhem nomes aleatórios para segurar várias folhas de papel na mão frente às câmeras. Não à toa, Jessica Alba chegou a confundir uma categoria. Não rola nem um PPT para os convidados se guiarem? Os vencedores serão conhecidos no dia 13 de janeiro, em cerimônia apresentada por Tina Fey e Amy Poehler. Breves comentários sobre os indicados:

– Ainda não entendo tanto amor por O Exótico Hotel Marigold, que falha, inclusive, em aproveitar os veteranos atores. A indicação a melhor filme comédia/musical é, sem dúvida, mais afetiva do que qualquer outra coisa. Pelo menos lembraram de Judi Dench, a única do elenco que realmente merece menção.

– Falando em Judi Dench, ainda na categoria dela tem outras atrizes de calibre, como Maggie Smith (por Quartet) e Meryl Streep (Um Divã Para Dois). Trio de respeito, hein? Mas o prêmio deve ficar com a Jennifer Lawrence.

– Colocaram Tom Hooper de escanteio por Os Miseráveis para celebrar ainda mais o Django Livre de Quentin Tarantino. É bem provável que isso não se repita no Oscar. Até porque O Discurso do Rei teve DOZE indicações na lista da Academia. O que falar, então, de um musical de época baseado em um clássico?

– Se o SAG esqueceu de The Master (só Philip Seymour Hoffman foi indicado), o Globo de Ouro lembrou. E com as esperadas indicações para Joaquin Phoenix e Amy Adams. É tendência ou isso morre aqui?

– Marion Cotillard consolidou seu caminho para o Oscar com mais uma indicação por Ferrugem e Osso. Mas será que os membros da Academia vão mesmo escolher essa performance sutil ao invés de Emmanuelle Riva, que tem um papel tematicamente mais atraente para eles (a idosa enferma que é cuidada pelo marido)?

– Adele tem tudo para vencer o Globo de Ouro. Afinal, sempre pesa o nível da fama. De qualquer forma, a ótima Skyfall tem cara de que vence a categoria e sequer é lembrada no Oscar, como já aconteceu muitas vezes em anos anteriores. E pena que Javier Bardem e Judi Dench ficaram de fora pelo filme…

– As Aventuras de Pi conseguiu importantes indicações, assim como Argo. Os dois filmes estavam um tanto apagados até então. Com o Globo de Ouro conseguiram novo fôlego. Mas qual será a repercussão deles no Oscar?

– Dario Marianelli indicado pela belíssima trilha de Anna Karenina. Por mim, o italiano poderia vencer todos os prêmios.

– Nicole Kidman e Helen Mirren de novo? Só é complicado saber o que essas indicações duplas (ontem no SAG e hoje no Globo de Ouro) realmente significam.

– No mais, é muito simples: basta subtrair aquelas indicações que só o Globo de Ouro deu para termos um panorama do que é a temporada de premiações. No sentido de embaralhar a award season, como fez o SAG ontem, o Globo de Ouro serviu mais para esclarecer, já que as “surpresas” não dizem muita coisa.

_

FILME DRAMA

Argo
Django Livre
As Aventuras de Pi
Lincoln
A Hora Mais Escura

FILME COMÉDIA/MUSICAL

O Exótico Hotel Marigold
Os Miseráveis
Moonrise Kingdom
Amor Impossível
O Lado Bom da Vida

ATOR DRAMA

Daniel Day-Lewis (Lincoln)
Richard Gere (A Negociação)
John Hawkes (The Sessions)
Joaquin Phoenix (The Master)
Denzel Washington (O Voo)

ATRIZ DRAMA

Jessica Chastain (A Hora Mais Escura)
Marion Cotillard (Ferrugem e Osso)
Helen Mirren (Hitchcock)
Naomi Watts (O Impossível)
Rachel Weisz (The Deep Blue Sea)

ATOR COMÉDIA/MUSICAL

Jack Black (Bernie)
Bradley Cooper (O Lado Bom da Vida)
Hugh Jackman (Os Miseráveis)
Ewan McGregor (Amor Impossível)
Bill Murray (Hyde Park on Hudson)

ATRIZ COMÉDIA/MUSICAL

Emily Blunt (Amor Impossível)
Judi Dench (O Exótico Hotel Marigold)
Jennifer Lawrence (O Lado Bom da Vida)
Maggie Smith (Quartet)
Meryl Streep (Um Divã para Dois)

ATOR COADJUVANTE

Alan Arkin (Argo)
Leonardo DiCaprio (Django Livre)
Philip Seymour Hoffman (The Master)
Tommy Lee Jones (Lincoln)
Christoph Waltz (Django Livre)

ATRIZ COADJUVANTE

Amy Adams (The Master)
Sally Field (Lincoln)
Anne Hathaway (Os Miseráveis)
Helen Hunt (The Sessions)
Nicole Kidman (The Paperboy)

DIREÇÃO

Ben Affleck (Argo)
Kathryn Bigelow (A Hora Mais Escura)
Ang Lee (As Aventuras de Pi)
Steven Spielberg (Lincoln)
Quentin Tarantino (Django Livre)

ROTEIRO

Argo
Django Livre
Lincoln
O Lado Bom da Vida
A Hora Mais Escura

CANÇÃO ORIGINAL

“For You” (Ato de Valor)
“Safe and Sound” (Jogos Vorazes)
“Suddendly” (Os Miseráveis)
“Skyfall” (007 – Operação Skyfall)
“Not Running Anymore” (Stand Up Guys)

TRILHA SONORA

Anna Karenina
Argo
A Viagem
As Aventuras de Pi
Lincoln

ANIMAÇÃO

Valente
Frankenweenie
Hotel Transilvânia
A Origem dos Guardiões
Detona Ralph

FILME ESTRANGEIRO

Amour
Kon-Tiki
Intocáveis
En kongelig affære 
Ferrugem e Osso

5 comentários em “Os indicados ao Globo de Ouro 2013

  1. Matheus, quais atrizes você acha que chegam no Oscar (Melhor Atriz)? A categoria me parece a mais indefinida entre as quatro de atuação até agora. Só vejo como certas Chastain e Lawrence…
    Abraço!
    José Henrique

  2. A HFPA tem essa característica particular. Eles amam estrelas de cinema e isso explica o amor por Nicole Kidman, Helen Mirren, Leonardo di Caprio, entre outros. Eu fiquei muito feliz com a lista divulgada ontem, pois ela não teve uma bizarrice sequer e isso, em se tratando do Globo de Ouro, é deveras surpreendente. No mais, acho que a lista sacramenta a queda do buzz em torno de “The Master” (acho que a obra acaba ficando de fora do Oscar de Melhor Filme e Diretor); a subida de Naomi Watts e Helen Mirren na corrida pelo Oscar de Melhor Atriz); a queda de Emmanuelle Riva e Quvenzhane Wallis, na mesma categoria (acho que Mirren é a mais vulnerável das cinco cotadas para Melhor Atriz e deve dá lugar à Riva ou Wallis na lista do Oscar); mas, principalmente, fiquei felicíssima com a indicação de Nicole Kidman por “Paperboy”. Estou começando a acreditar numa possível indicação ao Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante!

    • O surpreendente é que o maior buzz em relação a Hitchcock estava em torno de Anthony Hopkins, e esse sim parece ter sido completamente esquecido ou simplesmente ignorado, enquanto sua colega de cena parece estar se segurando bem. Quanto a Mirren ser a mais vulnerável, concordo, mas não estranharia se a Academia desse um jeito de enquadrá-la como Coadjuvante e ela entrasse na lista de indicadas ao Oscar (vide Bérenice Bejo por The Artist – embora, claro, já tivesse sido citada como coadjuvante em outras premiações antes de ser indicada ao Oscar)…
      José Henrique

  3. José, por enquanto, tá bem complicado prever mesmo. Como certas, coloco Jessica Chastain e Jennifer Lawrence, além de uma francesa (Cotillard ou Riva). De resto, acho que tudo pode acontecer. E, José, creio que a Helen Mirren não chega ao Oscar. A grande dúvida pra mim é onde Maggie Smith se enquadrará. E por qual filme: “Quartet” ou “O Exótico Hotel Marigold”?

    Kamila, a Nicole surpreendeu, né? Acho que é a indicação mais inesperada dessa award season. Mas não sei se ela chega ao Oscar. De qualquer forma, é bom ver o Globo de Ouro abandonar as bizarrices, apesar de continuar um tanto previsível. Acho que aprenderam depois daquele ano de “Alice”.

  4. Já vou deixar os meus palpites:
    -Melhor filme: Lincoln.
    -Melhor filme (Comedia ou musical): O Lado Bom da Vida.
    -Melhor ator: Daniel Day-Lewi por “Lincoln”.
    -Melhor atriz: Jessica Chastain por “A Hora Mais Escura”.
    -Melhor ator (Comedia ou musical): Bill Murray por “Hyde Park on Hudson”.
    -Melhor atriz (comedia ou musical): Jennifer Lawrence por “O Lado Bom da Vida”.
    -Melhor diretor: Steven Spielberg por “Lincoln”.
    -Melhor roteiro: Argo.
    -Melhor animação: Valente.
    -Melhor filme em língua estrangeira: Amor (Áustria).
    -Melhor canção: Skyfall (007 – Operação Skyfall).
    -Melhor trilha sonora original: Anna Karenina.
    -Melhor ator coadjuvante: Philip Seymour Hoffman por “O mestre”.
    -Melhor atriz coadjuvante: Amy Adams por “O mestre”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alteração )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alteração )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alteração )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alteração )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 122 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: