Detona Ralph

ralphposter

Direção: Rich Moore

Roteiro: Rich Moore, Phil Johnston, Jim Reardon e Jennifer Lee

Com as vozes originais de: John C. Reilly, Sarah Silverman, Jack McBrayer, Jane Lynch, Ed O’Neill, Dennis Haysbert, Alan Tudyk, Mindy Caling, Joe Lo Truglio, Edie McClurg, Jess Harnell, Rachael Harris, Skylar Astin, Adam Carolla

Wreck-it Ralph, EUA, 2012, Animação, 108 minutos

Sinopse: Ralph (John C. Reilly) é o vilão de Conserta Félix Jr., um popular jogo de fliperama que está completando 30 anos. Apesar de cumprir suas tarefas à perfeição, Ralph gostaria de receber uma atenção maior de Felix Jr. (Jack McBrayer) e os demais habitantes do jogo, que nunca o convidam para festas e nem mesmo o tratam bem. Para provar que merece tamanha atenção, ele promete que voltará ao jogo com uma medalha de herói no peito, no intuito de mostrar seu valor. É o início da peregrinação de Ralph por outros jogos, em busca de um meio de obter sua sonhada medalha. (Adoro Cinema)

ralphmovie

Detona Ralph está destinado a ser conhecido como o Toy Story dos video games. Em tudo que tange essa comparação, nada, no entanto, pode ser considerado depreciativo: o filme de Rich Moore também traz outras semelhanças com várias outras animações, mas nada que sequer chegue perto de influenciar o resultado final. Detona Ralph, apesar de várias comparações, é uma das animações mais divertidas exibidas no cinema recententemente. Se o material de divulgação e até mesmo o trailer apontavam para um longa bobo e extremamente comercial – principalmente por reunir incontáveis personagens clássicos de video games – é uma surpresa constatar que esse mais novo trabalho da Disney (sem o selo Pixar) é divertido, envolvente, original e cheio de referências (que tornam a experiência ainda mais interessante para quem as reconhece).

Detona Ralph poderia se apoiar exclusivamente na nostalgia de um público específico, utilizando personagens de jogos como Pac Man e Street Fighter, por exemplo, para se isentar de construir uma boa história. Afinal, os mais saudosos certamente já terão um maior apreço pelo longa só em função dessa homenagem ao mundo dos games. Só que Detona Ralph não é preguiçoso e em muito retoma vários elementos clássicos da Disney para conquistar todos os públicos, começando pelo próprio protagonista: o grandão Ralph (voz de John C. Reilly na versão original), um vilão que não consegue se relacionar com ninguém dentro do seu próprio jogo. Durante o dia, ele presta o seu serviço durante as partidas no fliperama, mas, à noite, quando o local é fechado e os personagens vivem suas próprias vidas (eis aí a referência ao mundo de Toy Story), ele é ignorado por todos justamente por ser o vilão. Ralph, então, resolve provar que também pode ser um herói, invadindo outros jogos com a finalidade de ganhar uma partida e conseguir uma medalha que prove isso.

Com essa premissa, Detona Ralph orquestra várias simbologias que não só são eficientes mas que também mexem com o emocional do espectador: aqui, temos a clássica história da superação protagonizada por um personagem renegado e que deseja provar seu valor. É, em suma, uma animação que trabalha com o conflito dos rótulos e das minorias sem soar piegas, transmitindo boas mensagens para o público infantil, além de entreter os adultos. E essa é uma das características mais fortes de Detona Ralph: dialogar com todos. Mesmo que o protagonista seja do sexo masculino, logo uma garotinha entra na história para acompanhá-lo. Ao longo de quase duas horas, eles vão dos jogos de guerra a universos coloridos e cheio de doces. O resultado, portanto, é uma comunicação muito harmônica com todos os pequenos – meninos e meninas – que vão conseguir se identificar e se divertir com os personagens e com o apuro visual da animação de Rich Moore.

Com um roteiro escrito por quatro pessoas (o que dá um tapa de luva na Pixar, que decepcionou em função da direção e do roteiro compartilhado demais no recente Valente), Detona Ralph é uma admirável surpresa por ter uma trama sólida enquanto poderia facilmente se perder com um roteiro disléxico responsável por apenas atirar referências. Felizmente, não é o que acontece com o filme de Rich Moore, sempre mais preocupado em contar uma jornada com um arco bem definido, passando por momentos emotivos, cômicos e de pura aventura. Propositais ou não, os ecos de Monstros S.A. (o grandão assustador fazendo amizade com uma garotinha), Up – Altas Aventuras (o tão desejado objeto que é substituído por um presente feito à mão), Toy Story e outras referências não incomodam diante da personalidade própria de Detona Ralph.

Enquanto as crianças se divertem com o filme – que tem um ótimo ritmo – os adultos podem ficar de olho nos pequenos detalhes da trama: é um roteiro que não deixa pontas soltas, que frequentemente retoma pequenas informações apresentadas durante a história e que não transforma a vida de qualquer personagem sem um propósito realmente justificável. São por esses e  por tantos outros pequenos presentes de um bom roteiro que Detona Ralph se torna uma das diversões indispensáveis para o início de 2013. Tenho certeza que todos vão embarcar na história, curtir o visual e se divertir bastante. Se uma vez ou outra a animação parece inverter seu ritmo (resultado da troca de cenários e jogos) e deixar a sensação de que não sabe muito bem para onde está indo, logo já volta aos trilhos e acerta novamente. Como é bom ser surpreendido!

FILME: 8.5

4

5 comentários em “Detona Ralph

  1. Pingback: Wanderlust |

  2. Pingback: VIADO DEMAIS.;.. « …INVENTO UM CAÍS.

  3. Segundo texto que leio sobre “Detona Ralph” e o seu é o mais elogioso de todos. Gostei bastante do trailer desse filme e acho que o que mais me agrada nessa obra é o fato de ele parecer ser um filme bem diferente para os padrões Disney. E eu gosto muito disso!

  4. Pingback: Detona Ralph | …INVENTO UM CAÍS.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: