Oscar 2013 – Atriz

oscarledessthr

A categoria de melhor atriz sempre é a minha favorita nas temporadas de premiações. Talvez porque eu cultive um carinho muito maior pelas intérpretes femininas ou por a disputa ser realmente mais intensa entre elas. Entretanto, nunca estive tão indiferente  como nessa seleção de 2013. Todas as cinco indicadas são talentosas e estão em bons momentos, mas nenhuma está superlativa – o que se reflete na própria disputa, que não tem uma favorita absoluta. Jennifer Lawrence está um pouco na frente, já que conquistou o Globo de Ouro de melhor atriz em comédia/musical e o SAG. Jessica Chastain, da mesma “geração” que ela e uma dessas estrelas recentes, também tem um prêmio em casa (o Globo de Ouro de atriz em drama). Mas o buzz tem crescido para a veterana Emmanuelle Riva, que recentemente venceu o BAFTA. Quem corre mesmo por fora é Naomi Watts e Quvenzhané Wallis, mas que, mesmo assim, não devem ser desconsideradas (em especial a segunda, que eu apostaria como uma das possíveis surpresas da noite). Wallis, por sinal, é a mais jovem atriz indicada ao Oscar, enquanto Riva é a mais velha. Recordes curiosos de um ano não muito interessante para as mulheres.

•••

EMMANUELLE RIVA (Amor): Ganhou muitas associações de críticas e foi ignorada pelas premiações “maiores”, mas conseguiu chegar ao Oscar, ocupando a vaga de estrangeira do ano. É, sem dúvida, uma atuação muito especial e humana, que deixa fortes impressões devido ao minucioso trabalho físico. No entanto, o filme é mais de Jean-Louis Trintignant (em papel menos “chamativo”) do que dela. Riva, em determinado ponto, vai perdendo destaque (até porque, devido às condições da personagem, ela fica sem falar e apenas deitada em uma cama), deixando quase todo o protagonismo para o seu companheiro de cena.

JENNIFER LAWRENCE (O Lado Bom da Vida): Gosto muito de Jennifer Lawrence e acho que todo o seu talento já foi mais do que comprovado em Inverno da Alma, filme que só é interessante em função dela. Claro que são obras bastante distintas, mas ela já esteve bem melhor lá do que agora em O Lado Bom da Vida. Talvez o favoritismo da atriz seja em função dessa versatilidade que ela apresentou nos últimos anos (saltou do cinema independente aos sucessos de bilheteria com uma impressionante rapidez). Lawrence defende bem a personagem, mas, assim como Riva, seu par é quem domina o filme: no caso, Bradley Cooper, em notável desempenho.

JESSICA CHASTAIN (A Hora Mais Escura): Ao lado de Quvenzhané Wallis, é a atriz que mais tem o filme entregue ao seu protagonismo. Só que A Hora Mais Escura não é um filme de atuações. E, em função disso, Chastain deixa a sensação de ter demorado um pouquinho para se achar no papel (especialmente no início, quando o filme avança várias vezes no tempo sem lhe dar muitas chances), sendo até “careteira” em alguns momentos. A moça, por outro lado, pouco a pouco toma as rédeas e, tarde demais ou não, passa a segurar bem o filme.

NAOMI WATTS (O Impossível): Não esperava que Naomi Watts fosse chegar entre as finalistas. A lógica de sua personagem é basicamente a mesma da concorrente Emmanuelle Riva: uma mulher debilitada que passa quase todo filme deitada apoiando o protagonismo de um outro personagem. Mas ambas tiram essa condição de letra. Watts ainda é beneficiada pelo próprio filme: da trilha de Fernando Velázquez ao ótimo trabalho de maquiagem, é impossível não se emocionar com a sua Maria Belón. A atriz, no entanto, deve ser a que menos tem chances, especialmente por ter a cinebiografia da princesa Diana guardada para ano que vem.

QUVENZHANÉ WALLIS (Indomável Sonhadora): Se essa menina de nove anos tem uma vantagem em relação a todas as outras candidatas, essa é o fato de ser a que mais deixa impressões – seja pelo desempenho notável para alguém de sua idade ou pelo próprio papel, que é o principal destaque de Indomável Sonhadora. Há quem diga que, nesse caso, atuação se confunde com a naturalidade de uma criança. Que seja: essa naturalidade, pelo menos ao meu ver, consegue ser infinitamente melhor do que várias tentativas frustradas de outras atrizes que tentam tanto arrasar…

 A ESQUECIDA

oscfthrmarionJá perdi a conta de quantas vezes Marion Cotillard foi injustamente esquecida depois de ganhar o Oscar por Piaf – Um Hino ao Amor. Entretanto, em 2013, a ausência é mais sentida do que das outras vezes: indicada ao Globo de Ouro, BAFTA, Critics’ Choice e SAG, o excelente desempenho dela em Ferrugem e Osso merecia estar entre os finalistas da categoria. Saiu prejudicada por ter uma outra francesa chegando forte na disputa (Emmanuelle Riva).

9 comentários em “Oscar 2013 – Atriz

  1. Marion Cotillard pode ser ótima, mas até hoje não superei a morte dela em “Batman – O Cavaleiro das Trevas Ressurge”, o que foi aquilo? hahaha

  2. Oliveraires, acho que todo ator é intuição. Mesmo aqueles que já têm experiência e técnica.

    Kamila, estou achando que o jogo tá virando para a Emmanuelle Riva. E, na minha opinião, quem mais corre por fora é a Naomi Watts.

    Hugo, não acho que seria desrespeitoso. Nem um pouco. Para mim, a interpretação dela é a que mais impressiona entre as cinco. E ela foi comandada por alguém… Não é como se a Wallis estivesse solta em cena fazendo o que bem entende.

    Brenno, não consigo imaginar a Chastain vencendo porque “A Hora Mais Escura” não é um filme de atuações… Na minha opinião, a vitória dela seria um tanto inusitada.

    Kennya, acho que a Lawrence pode vencer por um papel mais forte no futuro…

    Clóvis, e a Marion ainda foi ignorada por “Inimigos Públicos”. Já merecia ter umas cinco indicações ao Oscar!

  3. Poxa, discordo quanto a Jessica Chastain, acho-a fenomenal em “A Hora Mais Escura”. Watts está incrível em “O Impossível”, mas o Tom Holland é quem sustenta o filme na maior parte do tempo. É meio injusto só lembrarem de um quando os dois deveriam ter sido nomeados.

    Não vi ainda Riva e Wallis e espero corrigir isso antes da cerimônia de domingo. Lawrence é a melhor coisa do seu filme, a única atuação ali que merece indicação a qualquer coisa, mas nem a pau ela merece vencer aqui. Embora eu a reconheça como a favorita ao prêmio.

    E como não concordar com a tua esquecida, não? Ainda não assisti a “Ferrugem e Osso”, mas a Marion Cotillard tem tido um desempenho notável nesses últimos anos. Chega a ser um absurdo ela ter sido ignorada por suas atuações em “Nine” e “A Origem”.

    Até o momento, meu ranking segue assim: Chastain> Watts> Lawrence.

  4. para mim a favorita é Jennifer Lawrence, apesar de nova, mas seu trabalho foi explendido em o Lado Bom da Vida…..estou torcendo por ela

  5. Minha torcida e minha aposta vai para Jennifer Lawrence, reconhecendo as reais chances de Emanuelle Riva. Não consigo enxergar Jessica Chastain vencendo. Se vencer será uma surpresa para mim, mesmo que há 1 mês atrás ela fosse a favorita.

  6. Concordo com o fato de que a atuação da menina é apoiada na intuição, sem nehuma técnica. Acho que premiá-la seria até um desrespeito com as demais atrizes, mas a indicação é super merecida e na minha opinião já é um prêmio.

    Também gosto muito da Jennifer Lawrence, mas acho que ela não sairá premiada no Oscar. Ela é muito nova ainda e sua versatilidade deixa a sensação de que tem muito mais a mostrar. Fica a impressão de que ela poderá ser premiada em muitas outras oportunidades.

    Achei “A Hora Mais Escura” um fime ótimo, mas não vi grandes destaques de Jessica Chastain. Concordo quando você diz que ela está “careteira”, em alguns momentos achei a interpretação maneirista. Não entendi os prêmios que ela ganhou. A grande estrela do filme é a própria história ou o Osama Bin Laden, hahaha.

    Ainda não conferi o trabalho de Emmanuelle Riva, por isso não posso opinar.

    Acho que a relativa “fraqueza” da categoria é demonstrada pelos próprios papéis com que as atrizes conseguiram ser indicadas: Naomi Watts por um filme-catástrofe (algo impensável em anos mais concorridos); Jessica num filme onde o personagem não é a principal atração; Jennifer e Emmanuelle servindo principalmente de suporte para uma atuação masculina; e ainda tem a menina que, por mais que esteja notável, acredito que sequer seria cogitada em anos mais disputados.

  7. Das cinco indicadas na categoria, em 2013, só não conferi a atuação da menina de “Indomável Sonhadora”. Meu ranking, ficaria assim:

    1. Emmanuelle Riva
    2. Jennifer Lawrence
    3. Jessica Chastain
    4. Naomi Watts.

    Acho que essa é uma das categorias mais abertas do Oscar 2013. Riva, Lawrence e Chastain possuem grandes chances de vencer. Dou a vantagem para a Jennifer Lawrence, mas não descarto uma possível vitória da Emmanuelle Riva.

  8. Eu, particularmente, acho que crianças podem até ser talentosas mas é tão intuitivo… Falta estofo de vida e técnica mesmo sabe?! Além de que, se a menininha ganhar, pode ser corrompida pela vida inteira e, em vez de uma artista, vai crescer outra Lindsay Lohan… Torço pela Jennifer Lawrence que me cativou em “O lado bom da vida” e, a partir desse trabalho, quis ver outras coisas dela. Gostei!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: