Os vencedores do Oscar 2014

oscarfofinal

Primeiramente, quero deixar bem claro que amo a Ellen DeGeneres. Mas ela me decepcionou profundamente na noite deste domingo (02) como apresentadora do Oscar 2014. Esse seu humor educado e quase inocente tinha funcionado anos atrás, mas o que vimos na cerimônia de ontem foi pura repetição. Essa questão das fotos com os artistas ela mesma já tinha feito anteriormente e não lembro praticamente de nenhum momento genuinamente interessante dela sem a presença das estrelas presentes no Dolby Theatre. Claro que a foto que ilustra esse post fica como um dos mais maravilhosos registros dos últimos anos. Mas por que mesmo? Ora, porque todo o PIB de Hollywood se juntou em uma imagem. Falta aqui a ousadia de Tina Fey e Tina Poehler, que são, sem exageros, as melhores escolhas dos últimos anos.

A cerimônia em si? Bateu recordes de tédio. De cara não entendi a decoração com Oscars de plástico e mais adiante o gigante fundo floreado com rosas. Certamente a decoração mais pobre que vi desde que passei a acompanhar a cerimônia. A homenagem aos herois? Outra pobreza. De ideias e de execução. O que foi mesmo aquele vídeo que o Jim Carrey apresentou de animações? Acho que até eu consigo fazer algo mais interessante no Windows Movie Maker aqui em casa. Sobre a enrolação prefiro nem me repetir. Ela não tem fim. Quanto aos prêmios, bati meu recorde de acertos em apostas: apenas um erro, e ainda em uma categoria que só errei por teimosia (montagem). Tantos acertos têm uma razão: é só seguir a matemática, Oscar não tem mais surpresas. A edição de 2014 selou isso de uma vez por todas. No final das contas, vibrei mais com o total esquecimento de Trapaça e as derrotas do U2 e da Jennifer Lawrence do que com a maioria das vitórias.

Entretanto, não dá para falar mal da previsibilidade, já que quase todos os prêmios foram muito bem distribuídos. Gravidade foi o grande vencedor com sete prêmios (faltou apenas o de melhor filme), enquanto 12 Anos de Escravidão foi o filme do ano, levando também atriz coadjuvante (um dos melhores momentos da cerimônia) e roteiro adaptado. Cate Blanchett continuou soberana e humilhou meio mundo com sua beleza e elegância ao receber um merecido segundo Oscar, Pharell Williams teve a melhor apresentação musical da noite (já que Let it Go, mesmo vencendo, não foi nada inspirada) e Eduardo Coutinho foi dignamente lembrado no In Memoriam. Meu momento preferido, no entanto, foi o discurso de Jared Leto. Quem diria que aquele ser estranho que falou até sobre depilação em um discurso bizarro no Globo de Ouro conseguiria falar coisas tão belas, sensatas e reflexivas? Bom, nos vemos novamente ano que vem. Até o Oscar 2015! Abaixo, a lista completa de vencedores.

MELHOR FILME12 Anos de Escravidão

MELHOR DIRETOR: Alfonso Cuarón (Gravidade)

MELHOR ATRIZ: Cate Blanchett (Blue Jasmine)

MELHOR ATOR: Matthew McConaughey (Clube de Compras Dallas)

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE: Lupita Nyong’o (12 Anos de Escravidão)

MELHOR ATOR COADJUVANTE: Jared Leto (Clube de Compras Dallas)

MELHOR ROTEIRO ADAPTADO12 Anos de Escavidão

MELHOR ROTEIRO ORIGINALEla

MELHOR FIGURINOO Grande Gatsby

MELHOR MAQUIAGEMClube de Compras Dallas

MELHOR CURTA-METRAGEM DE ANIMAÇÃOMr. Hublot

MELHOR ANIMAÇÃOFrozen – Uma Aventura Congelante

MELHORES EFEITOS VISUAISGravidade

MELHOR CURTA-METRAGEMHelium

MELHOR CURTA-METRAGEM DOCUMENTÁRIOThe Lady in Number 6: Music Saved My Life

MELHOR DOCUMENTÁRIOA Um Passo do Estrelato

MELHOR FILME ESTRANGEIROA Grande Beleza (Itália)

MELHOR MIXAGEM SOMGravidade

MELHOR EDIÇÃO DE SOMGravidade

MELHOR FOTOGRAFIAGravidade

MELHOR EDIÇÃOGravidade

MELHOR DESIGN DE PRODUÇÃOO Grande Gatsby

MELHOR TRILHA SONORAGravidade

MELHOR CANÇÃO ORIGINAL: “Let it Go” (Frozen – Uma Aventura Congelante)

3 comentários em “Os vencedores do Oscar 2014

  1. Stella, não perdeu muita coisa mesmo… Gosto da Ellen e ela teve jogadas espertas nessa edição, mas nada muito diferente do que ela normalmente faz no programa dela.

  2. Não gostei do show de premiação em si, que achei muito incoerente em termos de roteiro, especialmente pela falta de adequação da homenagem aos heróis dentro do show de premiação. Mas, em relação aos vencedores, a distribuição de prêmios foi pra lá de justa.

  3. Matheus, você já me consolou por não ter conseguido ficar acordada para ver a transmissão do Oscar. Pelo visto o melhor é assistir só o “tapete vermelho”, para conferir o visual das atrizes. Quem sabe o Oscar 2015 traz Tina Fey? Aí vou me esforçar mais.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: