Melhores de 2013 – Trilha Sonora

bestfoscore

É gratificante ver – ou mais especificamente ouvir – que a grandiosidade técnica de Gravidade tem uma trilha sonora à altura. Devidamente premiado no Oscar, o trabalho de Steven Price (que já havia trabalhado como assistente nos departamentos de trilha de filmes como O Senhor dos Aneis) dialoga perfeitamente com cada cena do filme de Alfonso Cuarón. É a contextualização certa para um longa que já tem um trabalho de som fenomenal e que, com as melodias de Price, ganha singularidades extras em função da trilha. O encerramento, particularmente, ao som de Gravity, a canção-tema, é um dos pontos altos. E a própria cena de Ryan (Sandra Bullock) tentando voltar à Terra com Shenzou tem sua força impulsionada pela composição de Price. Há tempos que um filme desse porte não tinha uma trilha com uma excelência proporcional.

•••

OUTROS INDICADOS:

kareninaposter floresrarasposter ????????????????????????????????? themasterposter

A indiscutível elegância de Anna Karenina hipnotiza ainda mais com outro belíssimo trabalho de Dario Marianelli / A envolvente trilha do brasileiro Marcelo Zarvos para Flores Raras pontua certeiramente todos os momentos do filme / Inventiva e eclética, a trilha de Indomável Sonhadora é um dos pontos altos da história de Hushpuppy (Quvenzhané Wallis) / Jonny Greenwood ajuda O Mestre a entrar na cabeça do espectador com um trabalho quase perturbador.

EM ANOS ANTERIORES: 2012 – Tão Forte e Tão Perto | 2011 – A Última Estação | 2010 – Direito de Amar | 2009 – O Curioso Caso de Benjamin Button | 2008 – Desejo e Reparação | 2007 – A Rainha

3 comentários em “Melhores de 2013 – Trilha Sonora

  1. Kamila, gosto muito de todas as trilhas, que considero altamente premiáveis. Mas a de “Gravidade”, sem dúvida, está um degrau acima, com importância fundamental para o filme!

    Clóvis, acho a trilha de “Flores Raras” de uma sensibilidade única – e de uma funcionalidade certeira para pontuar os momentos dramáticos do filme.

  2. Entre os indicados só não tive a oportunidade de conferir a trilha de “Flores Raras”, mas gostei bastante da seleção. E por mais que eu adore as outras trilhas, meu voto foi para o trabalho de Steven Price. As últimas três faixas de “Gravidade” são simplesmente arrepiantes.

  3. Cinco excelentes trilhas, mas acho que a trilha de “Gravidade” é quase uma unanimidade e muito importante para o filme em sua proposta narrativa de silêncios.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: