Os indicados ao Oscar 2015

Em uma lista repleta de (boas) surpresas, a francesa Marion Cotillard finalmente voltou a ser lembrada pelo Oscar por seu desempenho em Dois Dias, Uma Noite

Em uma lista repleta de (boas) surpresas, a francesa Marion Cotillard finalmente voltou a ser lembrada pelo Oscar por seu desempenho em Dois Dias, Uma Noite

Quem esperava previsibilidade dos indicados ao Oscar 2015 teve belas surpresas na manhã desta quinta-feira (15). Há tempos a Academia não trazia tantas indicações ignoradas em outros prêmios e várias surpresas inesperadas. Difícil reclamar da lista. Entre as interpretações, dei pulos de felicidade com a lembrança para Marion Cotillard por Dois Dias, Uma Noite. Além do desempenho extraordinário, é também uma reparação com a atriz, que há anos merecia várias lembranças no prêmio e era solenemente ignorada. Também é gratificante a indicação para Laura Dern, uma grande atriz esnobada por todas as outras listas da temporada com Livre e merecidamente lembrada aqui. Nos estrangeiros, a Argentina mais uma vez conseguiu chegar entre os finalistas com uma indicação para Relatos Selvagens, um dos grandes filmes de 2014 que também era estranhamente esnobado anteriormente.

Outra imensa felicidade que tive ao conhecer os indicados foi a dupla indicação para Alexandre Desplat, sendo uma delas por O Grande Hotel Budapeste. Sem falar que, ao contrário do que aparenta, a lembrança por O Jogo da Imitação também é merecidíssima. Foxcatcher foi lembrado em direção (outra escolha inesperada que muito me agrada) mas estranhamente não conseguiu ficar entre os oito indicados da categoria principal. Enquanto isso, alguns longas voltaram à vida, como SelmaSr. Turner, enquanto outros nomes falharam em chegar na lista, como Jennifer Aniston e Jake Gyllenhaal. Quem perde força com a lista é A Teoria de Tudo, um filme que, até então, era a minha aposta para bater Boyhood em melhor filme. Mas, ao que tudo indica, as surpresas param entre os indicados e Richard Linklater deve mesmo levar a melhor com seu projeto de 12 anos. Conversaremos mais sobre a lista futuramente. Abaixo, a lista completa de indicados.

MELHOR FILME
Birdman ou (A Inesperada Virtude da Ignorância)
Boyhood: Da Infância à Juventude
O Grande Hotel Budapeste
O Jogo da Imitação
Selma
Sniper Americano
A Teoria de Tudo
Whiplash: Em Busca da Perfeição

MELHOR DIREÇÃO
Alejandro González Iñárritu (Birdman ou (A Inesperada Virtude da Ignorância))
Richard Linklater (Boyhood: Da Infância à Juventude)
Bennett Miller (Foxcatcher: Uma História que Chocou o Mundo)
Wes Anderson (O Grande Hotel Budapeste)
Morten Tyldum (O Jogo da Imitação)

MELHOR ATOR
Steve Carell (Foxcatcher: Uma História que Chocou o Mundo)
Bradley Cooper (Sniper Americano)
Benedict Cumberbatch (O Jogo da Imitação)
Michael Keaton (Birdman ou (A Inesperada Virtude da Ignorância))
Eddie Redmayne (A Teoria de Tudo)

MELHOR ATRIZ
Marion Cotillard (Dois Dias, Uma Noite)
Felicity Jones (A Teoria de Tudo)
Jullianne Moore (Para Sempre Alice)
Rosamund Pike (Garota Exemplar)
Reese Witherspoon (Livre)

MELHOR ATOR COADJUVANTE
Robert Duvall (O Juiz)
Ethan Hawke (Boyhood: Da Infância à Juventude)
Edward Norton (Birdman ou (A Inesperada Virtude da Ignorância))
Mark Ruffalo (Foxcatcher: Uma História que Chocou o Mundo)
J. K. Simmons  (Whiplash: Em Busca da Perfeição)

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE
Patricia Arquette (Boyhood: Da Infância à Juventude)
Laura Dern (Livre)
Keira Knightley (O Jogo da Imitação)
Emma Stone (Birdman ou (A Inesperada Virtude da Ignorância))
Meryl Streep (Caminhos da Floresta)

MELHOR ROTEIRO ORIGINAL
Birdman ou (A Inesperada Virtude da Ignorância)
Boyhood: Da Infância à Juventude
Foxcatcher: Uma História que Chocou o Mundo
O Grande Hotel Budapeste
O Abutre

MELHOR ROTEIRO ADAPTADO
Sniper Americano
O Jogo da Imitação
Vício Inerente
A Teoria de Tudo
Whiplash: Em Busca da Perfeição

MELHOR DESIGN DE PRODUÇÃO
O Grande Hotel Budapeste
O Jogo da Imitação
Interestelar
Caminhos da Floresta
Sr. Turner

MELHOR MONTAGEM
Sniper Americano
Boyhood: Da Infância à Juventude
O Grande Hotel Budapeste
O Jogo da Imitação
Whiplash: Em Busca da Perfeição

MELHOR FOTOGRAFIA
Birdman ou (A Inesperada Virtude da Ignorância)
O Grande Hotel Budapeste
Ida
Sr. Turner
Invencível

MELHOR FIGURINO
O Grande Hotel Budapeste
Vício Inerente
Caminhos da Floresta
Malévola
Sr. Turner

MELHOR MAQUIAGEM
Foxcatcher: Uma História que Chocou o Mundo
O Grande Hotel Budapeste
Guardiões da Galáxia

MELHOR MIXAGEM DE SOM
Sniper Americano
Birdman ou (A Inesperada Virtude da Ignorância)
Interestelar
Invencível
Whiplash: Em Busca da Perfeição

MELHOR EDIÇÃO DE SOM
Sniper Americano
Birdman ou (A Inesperada Virtude da Ignorância)
O Hobbit: A Batalha dos Cinco Exércitos
Interestelar
Invencível

MELHORES EFEITOS VISUAIS
Capitão América: O Soldado Invernal
Planeta dos Macacos: O Confronto
Guardiões da Galáxia
Interestelar
X-Men: Dias de um Futuro Esquecido

MELHOR FILME ESTRANGEIRO
Ida (Polônia)
Leviatã (Rússia)
Tangerines (Estônia)
Timbuktu (Mauritânia)
Relatos Selvagens (Argentina)

MELHOR CANÇÃO ORIGINAL
“Everything is Awesome” (Uma Aventura Lego)
“Glory” (Selma)
“Grateful” (Além das Luzes)
“I’m Not Gonna Miss You” (Glenn Campbell: I’ll Be Me)
“Lost Stars” (Mesmo Se Nada der Certo)

MELHOR TRILHA SONORA
O Grande Hotel Budapeste
O Jogo da Imitação
Interestelar
Sr. Turner
A Teoria de Tudo

MELHOR ANIMAÇÃO
Big Hero 6
The Boxtrolls
Como Treinar o seu Dragão 2
Song of the Sea
The Tale of the Princess Kaguya

MELHOR DOCUMENTÁRIO LONGA-METRAGEM
Citizenfour
Finding Vivian Maier
Last Days in Vietnam
The Salt of the Earth
Virunga

MELHOR DOCUMENTÁRIO CURTA-METRAGEM
Crisis Hotline: Veterans Press 1
Joanna
Our Curse
The Reaper (La Parka)
White Earth

MELHOR CURTA DE ANIMAÇÃO
The Bigger Picture
The Dam Keeper
Feast
Me and my Moulton
A Single Life

MELHOR CURTA-METRAGEM
Aya
Boogaloo and Graham
Butter Lamp (La Lampe au Beurre De Yak)
Parvaneh
The Phone Call

6 comentários em “Os indicados ao Oscar 2015

  1. Hugo, a situação de “Foxcatcher” é realmente incompreensível, principalmente com “Selma” indicado somente a canção original além de filme. Quanto à Marion, não poderia ter ficado mais feliz! Acho que o desempenho dela em “Dois Dias, Uma Noite” está à altura de “Ferrugem e Osso”!

    Kahlil, não achei nada fraco. Assim como você, senti falta de “Garota Exemplar”, mas é um impasse: se indicam os esperados, reclamam que a lista é previsível; se trazem surpresas, a lista é injusta. Enfim, cinéfilo é bicho insatisfeito hehe

    Kamila, o ruim é exatamente isso: não acho que as surpresas da lista de indicados vão se estender aos vencedores =/ No mais, assim como você, gostei bastante da lista!

    Régis, pode até ser que Wes Anderson tenha um estilo definido (muitos tem: Almodóvar, Tarantino, Tim Burton, diretores facilmente identificáveis), mas a celebração vem pela grande evolução conceitual e de proporções que ele tem neste filme. “O Grande Hotel Budapeste” é o filme mais ambicioso realizado por ele, e assino embaixo das celebrações. Já quanto a “Garota Exemplar”, temos que pensar que não é um filme fácil e talvez muito distante do gosto tradicional dos votantes. Sinto a falta dele na lista, mas não me choco com a ausência. E sequer passou pela minha cabeça que a indicação para Marion possa ser uma reparação. Discordo completamente disso. Ela está excepcional em “Dois Dias, Uma Noite”. Se ainda fosse um desempenho mediano, dava para entender – o que, na minha opinião, não é o caso.

    • Pois é Matheus, meu problema com esse Oscar não é nem indicar quem não merecia. Mas sim, indicar quem não merecia e não indicar quem deveria. Se o Fincher (e eu NUNCA fui lá muito fã dele, mas man, esse ano ele tá destroçando qualquer um) tivesse ai, eu aceitaria de boa o Anderson (me desculpem, mas pra mim, os filmes desse cara são completamente estéreis. Lindos esteticamente, mas completamente desprovidos de qualquer emoção genuína) também estar ai. O mesmo vale, como disse, pra Melhor Atriz. Eu também acho que a Marion está ótima, embora eu ainda prefire a Anniston… mas pra mim fica essa impressão, a de que a Acadêmia quis reparar um erro.

      E com relação à “Gone Girl”, eu não acho que seja esse o caso. É um filme que foge um tantinho sim do que a Acadêmia gosta de enfiar nessa categoria, mas considerando toda a campanha em cima do filme, e a recepção calorosa da crítica americana, eu realmente esperava como certa a indicação. Diferente, por exemplo, de um “The Babadook” da vida. Um filme que também está entre meus favoritos do ano, teve uma excelente recepção da crítica, e até marcou presença em algumas premiações da temporada… mas nunca passou pela minha cabeça que a Acadêmia pudesse indicar, porque esse sim, não faz nem uma vírgula o estilo dos votantes.

      Deixando a questão da indicação em “melhor filme” de lado, Gone Girl não ser indicado nos quesitos técnicos, foi o que realmente me deixou puto com essa lista. Sério cara, como que a Edição desse filme não foi indicada? Como? E a trilha sonora? Como? E o roteiro, perdendo lugar pra “American Sniper”, ou o burocrático “A Teoria de Tudo” ou Whiplash??? Um baita filme, com uma direção vigorosa, e uma edição matadora… mas com um roteiro absurdamente normal. Como? Hhuahuahauhauhauhauahu…

      Desculpa, mas se eu não ficar puto com uma lista do Oscar, então não é uma lista do Oscar.

  2. Me desculpem, mas não tem como eu endossar uma piada de muito mal gosto como a de indicar o Wes Anderson pelo mesmo filme que ele vem fazendo desde o início da carreira, e mandar David Fincher (num dos momentos mais inspirados da carreira dele) e Ava DuVernay pastarem.

    Não tem como eu endossar um filme brilhante como Gone Girl sair, para dar espaço para… bom, par qualquer outro filme que não seja Gone Girl.

    Não tem como eu endossar Jessica Chastain e Carrie Coon sendo esnobadas, para a Acadêmia colocar Meryl Streep (top 5 atrizes da minha vida, mas esse ano NÃO GATHAN).

    E definitivamente NÃO TEM COMO ENDOSSAR Robert Duvall fazendo cara de bunda por 141 minutos, ser considerado uma das melhores atuações do ano. Tivessem botado o Carrell nessa categoria, e poderiam reparar o crime que foi não indicar o Gyllenhaal.

    E, foi um crime Marion ser esnobada por Rust and Bone? Sim. Mas eu ainda acho que indicar um ano para reparar erro de outro não é válido. Acho a atuação da Anniston superior. Anniston DEVERIA estar nessa lista. Trocaria de boa a Marion pela Felicity… mas pela Anniston NÃO.

    No mais é isso. Não indicar Gone Girl em roteiro adaptado, trilha sonora e MEU DEUS DO CÉU, montagem, já é para mim, o maior crime que o Oscar cometeu desde que deu o prêmio pra Crash e não pra Brokeback.

  3. É impossível agradar a todos, ainda mais em se tratando de uma premiação como o Oscar. Entretanto, assim como você, gostei muito da lista de indicados desse ano. Achei diversa e com espaço para várias surpresas, como Marion Cotillard, por exemplo! Vamos torcer para a premiação em si também reservar surpresas boas para a gente. Além disso, amei o fato deles terem anunciados todas as categorias no especial de anúncio dos indicados.

  4. Achei bastante fraco esse ano. Extremamente previsível e as surpresas estão por conta da falta de alguns filmes em algumas categorias. ‘Planeta dos Macacos – O Confronto’ merecia estar em outras categorias como as de som e de fotografia. E ‘Garota Exemplar’ merecia estar em muitas outras categorias como Filme, Diretor, Roteiro Adaptado, Fotografia, Edição e Trilha Sonora.

  5. Realmente tiveram surpresas boas, mas também teve muita coisa ruim. Como um canastrão exagerado como Bradley Cooper consegue indicações ao Oscar por 3 anos consecutivos? Isso, levando em consideração que a categoria de melhor ator esse ano está disputadíssima, foi um completo absurdo. Bradley Cooper e David O. Rusell formam uma dupla perfeita, dois superestimados.

    No caso de “Foxcatcher”, como um filme recebe indicações em direção, roteiro, ator e ator coadjuvante e fica fora da categoria de melhor filme, sendo que essa possui mais vagas que as demais categorias? Talvez seja o caso da Academia rever o sistema de eleição dos indicados a melhor filme. Foi uma cagada maior do que quando deixaram o Ben Affleck de fora da categoria de direção em 2013.

    E o “Lego Movie”? Por que não entrou na categoria de animação?

    Na minha opinião, a única surpresa realmente boa foi a indicação de Marion Cotillard, que conseguiu segurar a vaga apesar de “Dois Dias, Uma Noite” não ter se classificado na categoria de filme estrangeiro. Eu, particularmente, prefiro Marion em “Ferrugem e Osso”, mas como ela foi esnobada em 2013 e também por “Nine”, fiquei muito feliz. Acredito que a porrada de prêmios que ela recebeu das associações de críticos (muito mais do que Julianne Moore por sinal), tenha influenciado muito esse ano.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: