Melhores de 2014 – Direção

directingfincher

Nunca tive uma boa relação com a filmografia de David Fincher. Apesar de respeitar seus trabalhos e compreender toda a adoração de público e crítica, nunca consegui ter um grande envolvimento com os longas realizados por este norte-americano de 52 anos. É uma questão de identificação, simples assim. Só que tudo mudou com Garota Exemplar, o primeiro filme de Fincher que realmente me arrebatou. Aqui ele é conciso ao criar suspense (ao contrário de seu Zodíaco, que me soa como uma história repleta de excessos) e extremamente envolvente ao desenvolver as facetas dos personagens (frequentemente me incomodava a forma gélida e racional com que ele tratava as figuras de A Rede SocialMillenium, por exemplo). Segurando com firmeza a total virada de foco que Garota Exemplar tem a partir de sua metade, Fincher entrega um dos trabalhos mais relevantes de sua carreira, especialmente porque está em perfeita sintonia com o texto de Gillian Flynn. Ainda disputavam esta categoria: Damián Szifrón (Relatos Selvagens), Felix Van Groeningen (Alabama Monroe), J.C. Chandor (Até o Fim) e Wes Anderson (O Grande Hotel Budapeste).

EM ANOS ANTERIORES: 2013 – Alfonso Cuarón (Gravidade) | 2012 – Leos Carax (Holy Motors) | 2011 – Darren Aronofsky (Cisne Negro| 2010 – Christopher Nolan (A Origem| 2009 – Danny Boyle (Quem Quer Ser Um Milionário?| 2008 – Paul Thomas Anderson (Sangue Negro| 2007 – Alejandro González Iñárritu (Babel)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: