Os indicados ao Emmy 2015

emmyft

A lista do Emmy 2015 reflete a imensa diversidade temática e narrativa que a TV e as plataformas on demand vêm oferecendo. Das discussões envolvendo identidade e gênero em Transparent ao retorno da recentemente esquecida Mad Men, os indicados deste ano, com algumas ressalvas, reforçam a ideia de que nunca vivemos tempos tão ricos e democráticos no mundo dos seriados. É bem verdade que em alguns pontos não dá para levar o Emmy a sério – oito indicadas em atriz coadjuvante de comédia?! -, mas é sempre irresistível acompanhar premiações, não é mesmo? Abaixo, nossos breves comentários sobre os indicados, cuja lista completa está disponível no site oficial do Emmy.

– Mad Men precisou se despedir da TV para voltar a concorrer ao Emmy (ano passado o programa não teve uma indicação sequer), com direito a lembranças para Jon Hamm, Christina Hendricks e Elisabeth Moss. No entanto, a série deve seguir os passos de Six Feet Under: ter seu unanime elenco se despedindo da premiação sem ter conquistado prêmios individuais ao longo dos anos;

– Homeland, que anos atrás chegou a ganhar como melhor série dramática, volta ao páreo na categoria. Dizem que o programa está em uma boa fase, mas quase ninguém fala mais nele. Inclusão no mínimo inesperada;

– Better Call Saul também não foi lá muito popular ou sequer discutida com entusiasmo pela crítica, mas o prestígio de Vince Gilligan conseguiu surpreendentemente levar a série para a categoria principal;

– Entre as comédias, Modern Family parece finalmente ter seus dias contados, já que não conseguiu indicações a roteiro e direção e ainda teve lembranças apenas para Ty Burell e Julie Bowen na lista de coadjuvantes. Enquanto isso, The Big Bang Theory passou em branco e nem Jim Parsons chegou entre os finalistas. Já estava na hora, né?;

– Apesar da novidade que é Unbreakable Kimmy Schmidt, a série é muito específica e deve ter sorte apenas entre os coadjuvantes, em especial com o impagável Tituss Burgess. A disputa está merecidamente entre Veep, que chega ao quarto ano com o mesmo e justificado prestígio de sempre, e a inspiradora e delicada Transparent, já vencedora do Globo de Ouro;

– Kyle Chandler como protagonista em drama e Ben Mendehlson como coadjuvante em drama foram as duas únicas lembranças de Bloodline, que, mesmo com criadores celebrados e elenco de qualidade, não vingou entre os votantes. O hit Empire também performou abaixo do esperado, conseguindo uma única e merecida indicação de melhor atriz para Taraji P. Henson;

– Surpreendente a inclusão de Lily Tomlin como melhor atriz de comédia por Grance and Frankie enquanto sua colega de cena Jane Fonda amarga o esquecimento. Uma pergunta para quem assiste a série: esse não é um trabalho de dupla? E, por ter Oscar em casa, era esperado que Fonda fosse lembrada caso optassem apenas por uma;

– Vencedora do Emmy de melhor atriz dramática ano passado, Julianna Margulies não foi lembrada pelo sexto ano da sempre ótima The Good Wife. Na realidade, a categoria deixou de indicar vários nomes há anos fixados na lista ou então dados como certos: Ruth Wilson, vencedora do Globo de Ouro por The Affair, Michelle Dockery por Downton Abbey e Kerry Washington por Scandal. Quem sai ganhando é Tatiana Maslany, por The Orphan Black, considerada uma das boas surpresas;

– Oito indicadas em atriz coadjuvante de comédia? A indecisão foi tanta assim? De qualquer forma, não dá para reclamar quando tem Niecy Nash lembrada por Getting On (a melhor série de comédia que ninguém vê) e Jane Krakowski por Unbreakable Kimmy Schmidt. A disputa é acirrada, já que Allison Janey (Mom) é queridinha dos votantes e Anna Chlumsky (Veep) parece ter o episódio perfeito para uma vitória;

– No mais, fica registrada aqui a nossa torcida para que Christine Baranski finalmente ganhe como melhor atriz coadjuvante em drama. Uma curiosidade: The Good Wife sempre teve uma mulher premiada por temporada no Emmy. Em ordem cronológica: Archie Panjabi (injustamente esquecida este ano), Margulies, Martha Plimpton, Carrie Preston e Margulies de novo. Que a a estatística siga vencedora em 2015!

6 comentários em “Os indicados ao Emmy 2015

  1. Fiquei feliz com as indicações a Unbreakable Kimmy Schmidt e principalmente pela indicação de Tatiana Maslany (que realmente merece). Gosto muito de Orange is the new black e achei super justa a indicação de Uzo, mas… Melhor Série Dramática? A terceira temporada foi apenas ok.

    Maaaaaaaas, enfim, como você mesmo disse no post: ao menos acabou com alguns “reinados”, rs

    • Orange is the new black está concorrendo pela segunda temporada e não pela terceira. abs!

  2. No geral, as indicações me agradaram bastante! Até que enfim a Maslany recebeu o devido reconhecimento e The Big Bag Theory e Jim Parsons saíram da disputa, deixando caminho para outros concorrentes. Fiquei surpreso com a não indicação da Julianna Margulies, porém estou pensando até que ponto aquele caso da briga dela com a Archie Panjabi e todo o rolo sobre a gravação do último episódio rendeu para que a Academia não fizesse questão de inclui-la entre as demais indicadas. Ela está ótima na série, porém aquele caso revela uma falta de profissionalismo dela. MAS TEM A BARANSKI NA DISPUTA! Na torcida!!! Acho que ela irá submeter “Loser Edit”. É um bom episódio e a Diane aparece bastante, fazendo um discurso importante e tal. É uma chance de vitória mesmo! E não sei se só eu que acho, mas uma indicação pro Cumming como coadjuvante foi meio exagero: ele é ótimo, todos amam o Eli, mas o personagem não fez NADA DEMAIS essa temporada. Preferia o Matt Czuchry indicado nesta categoria. Ele estava bem na primeira parte da temporada, na minha opinião.

  3. “The Big Bang Theory” e “Modern Family” preteridas? ALELUIA!! rsrsrsrs.

    No mais, fiquei muito feliz pela indicação da Viola Davis, a força maior de “How To Get Away With Murder”. ;)

  4. Adoro Christine Baranski (embora não tenha conferido todas as temporadas de “The Good Wife” ainda), mas a minha torcida vai para Lena Headey, que juntamente com a trilha sonora, é a única coisa de “Game of Thrones” que merece algum prêmio. A atuação dela em “Mother’s Mercy” é fantástica!

  5. Perdi complemente o contato com as séries de TV. Não tenho mais tempo para acompanhar semanalmente as temporadas… Uma pena! Mas li altos elogios a essa lista do Emmy, especialmente no que diz respeito à diversidade dos indicados e ao tom moderno que a lista possui, neste ano em particular.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: