Marília, o mundo não esqueceu você

43º Festival de Cinema de Gramado – Marília Pêra recebe o troféu Oscarito dos filhos: Ricardo Graça Mello, Esperança Motta, Nina Morena. Foto:Edison Vara/Agência Pressphoto – www.edisonvara.com.br

Em agosto deste ano, Marília Pêra recebeu dos três filhos o troféu Oscarito em homenagem a sua carreira no Festival de Cinema de Gramado. Foto: Edison Vara/Pressphoto

Não costumo ser um jornalista que se estremece ao entrevistar. Com Marília Pêra foi diferente. Lembro de estar com as mãos frias antes de conversar com ela para produzir seu perfil oficial como homenageada do Festival de Cinema de Gramado este ano. E a delícia desse nervosismo era das melhores: como conversar com uma atriz tão emblemática, uma profissional tão completa e uma dama tão digna quanto as reconhecidas veteranas britânicas? Muito se dizia sobre seu gênio complicado ou sobre como ela era uma pessoa de difícil acesso, mas o que me intimidava mesmo era a missão de falar sobre sua vida profissional, que lhe permitiu ir de Carmem Miranda à Coco Chanel no cinema e nos palcos. Elegante, respondeu tudo com a maior calma possível. Emocionada, não escondia a felicidade de ser homenageada pelo evento. Chegou até a revelar que este sempre foi um sonho dela, que todo ano aguardava ansiosamente a ligação que enfim lhe convidaria para a honraria. Falou com carinho dos amigos, agradecendo aos que ainda estão aqui e mandando energias positivas para os que já se foram. Foi realmente uma dama, fazendo com que meu nervosismo simplesmente desaparecesse ao longo da conversa.

Depois veio Gramado, onde os colegas jornalistas com longa trajetória no evento disseram que talvez nunca se tenha visto uma homenagem tão marcante no evento quanto a dela. Na roupa, no caminhar e na pose para as fotos, fez jus ao seu título de diva. Desfilou pelo tapete como se soubesse, sem arrogância alguma, que de certa forma aquilo lhe era muito merecido. No palco, foi surpreendida pela chegada de seus três filhos, que estavam na cidade para sua homenagem sem que ela soubesse. Entrevistei Ricardo, o garoto do trio, que dizia que “quem entende do balacobaco sabe que ela é demais” e que talvez não existisse atriz no mundo como sua mãe. São poucos os que conseguem realmente fazer o outro sentir o amor cultivado por alguém, escapando de discursos prontos ou frases fáceis. Hoje, quando acordei com a notícia da morte precoce de Marília Pêra (sim, aos 72 ainda há muito o que se fazer na vida), relembrei todos esses dias que fiquei de alguma forma submerso em sua vida. Afinal, ser jornalista tem disso: por um determinado espaço de tempo, nos intrometemos e mergulhamos no universo de nossos entrevistados. Por isso, pensei muito nos filhos de Marília e no seu legado indiscutível. Como é de triste praxe no Brasil, ela só trabalhava mesmo porque tinha em Miguel Falabella um fiel escudeiro. O tempo não é justo com os atores, independente de suas grandezas. A eternidade, pelo menos, consegue lhes dar o devido valor. E Marília ainda vai ficar conosco por muito tempo.

Deixo abaixo essa emocionante interpretação dela de um clássico de Roberto Carlos. A cena emociona porque mostra o quão completa e sensível Marília era como profissional. E, de repente, com sua despedida, a letra da música ganha contornos diferentes, mas com um adendo: não, Marília, o mundo não esqueceu nem nunca esquecerá você!

2 comentários em “Marília, o mundo não esqueceu você

  1. Marília Pêra era uma das grandes atrizes brasileiras. Talvez, a mais completa de todas! A mais versátil! A que poderia e fazia tudo! Seu tributo a ela foi um dos mais bonitos que li! Parabéns! Ela merecia!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: